Estância Mimosa Ecoturismo celebra 15 anos de atividades

585_2500_1_488_151_4316

Um dos atrativos turísticos de Bonito (MS) comemora aniversário neste mês de junho. Fundada em 1999 a Estância Mimosa Ecoturismo, passeio de trilhas e cachoeiras, celebra em 2014, 15 anos de história, tradições e atividades.

O passeio proporciona um contato intenso com a natureza. Visitantes contemplam a paisagem, encontram animais silvestres, caminham pelas trilhas e, ao final de cada uma delas, se deparam com cachoeiras de águas cristalinas e nadam em suas piscinas naturais proporcionando uma experiência singular de ecoturismo.

Além do passeio de trilhas e cachoeiras, o local oferece também passeio a cavalo, observação de aves e um almoço com pratos regionais, preparado em fogão à lenha.

A história da Estância Mimosa começou em abril de 1998, data da aquisição pelo atual proprietário, Eduardo Folley Coelho, que tinha como principal objetivo desenvolver a atividade turística. Até essa data era utilizada apenas como fazenda de criação de gado. A partir de então começou a ser organizada a estruturada para receber visitantes, cuja primeira fase foi concluída em junho de 1999. Nesta época, o passeio foi aberto em caráter pré-operacional e somente a partir de março de 2000, com uma série de melhorias na estrutura física e no quadro de funcionários, teve início à segunda fase da operação.

Simone Spengler Coelho, proprietária do atrativo, revela sua alegria na comemoração dos 15 anos. “Estamos muito felizes pois são 15 anos de um trabalho gratificante no ecoturismo que visa proporcionar aos visitantes uma experiência memorável junto à natureza aliada a conservação ambiental. Queremos estender essa alegria aos nossos parceiros que nos acompanham, como as agências de turismo, operadoras, guias de turismo, motoristas entre outros”.

Em 2013, 65% da área total da Estância Mimosa foi transformada em Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN, uma categoria de Unidade de Conservação (UC) prevista no Sistema de Nacional de Unidade de Conservação (SNUC – Lei 9.985/2000), criada pela vontade do proprietário rural, ou seja, sem desapropriação de terra. No momento em que decide criar uma RPPN, o proprietário assume compromisso com a conservação da natureza, pois uma vez criada, será para sempre.

Ao longo de sua trajetória e por sua responsabilidade socioambiental, a Estância Mimosa foi agraciada por prêmios como “Melhor trabalho em Ecoturismo – 4º Prêmio Brasil de Meio Ambiente – 2009”, “Prêmio Estadual MPE Brasil MS (2009) na categoria Turismo”, “Selo de Reconhecimento – Integrante do Tour da Experiência”, “Prêmio Estadual MPE Brasil, nas categorias Turismo e Destaque Responsabilidade Social de Mato Grosso do Sul, em 2012” e “Prêmio TripAdvisor – 2013 – Certificado de Excelência”.585_2500_1_488_150_9327
585_2500_1_488_152_9869

Em seus 15 anos de operação, visitantes compartilharam no livro de registro de visitas da Estância Mimosa Ecoturismo depoimentos sobre a experiência vivenciada no passeio. Um dos primeiros registros foi de Dom Frei Luís D’Andrea , Bispo emérito de Caxias do Maranhão (MA), deixado em 1º de agosto de 1999. “Vivamente agradecido ao pessoal da fazenda Mimosa pela fraterna hospitalidade. Peço a Deus que lhes abençoe para que possam oferecer aos visitantes momentos de tranquilidade”, revelou.

Já Karine Faleiros, da Esalq/USP em Piracicaba (SP) visitou o atrativo em janeiro de 2001. “Na chegada, um ar tranquilo juntamente aos sorrisos bonitos das pessoas do lugar vêm recepcionar com aroma da comida da fazenda, o canto dos pássaros e o verde da vegetação que cerca a mimosa… Mimosa, sentir-se muito bem é o que resta…Não cabe nas palavras o que se vê pelas trilhas e águas, o encantamento é inevitável e enche o coração de agradecimento aos céus por ver e sentir a natureza linda como é e preservada e respeitada…”.

Ao visitar Bonito inclua em seu roteiro visita às cachoeiras da Estância Mimosa Ecoturismo.

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.