Estância Mimosa e Instituto Arara Azul iniciam parceria

Começou nesta quarta-feira (25) a parceria entre o Instituto Arara Azul e a Estância Mimosa Ecoturismo. Foram instalados, a princípio, 4 ninhos artificiais na área e às margens da Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN – e da fazenda.

O objetivo é que os ninhos sejam utilizados como abrigo tanto para as araras azuis, bem como de outras como a arara-vermelha e a arara-canindé, além de auxiliar na reprodução das espécies.

Na foto: Lucas, colaborador do Instituto Aarar Azul, Thyago Sabino, gerente da Estância Mimosa e Carlos Cezar Corrêa.

Thyago Sabino, gerente da Estância Mimosa celebra a parceria. “Hoje é um dia muito especial para a Estância Mimosa e esperamos que a fazenda possa ser um belo abrigo para as aves”, diz.

Estão previstas visitas de monitoramento e a instalação de mais seis ninhos no atrativo.

Além da Estância Mimosa, o Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, integrantes do Grupo Rio da Prata localizados em Jardim (MS), mantém a parceria com o projeto Arara Azul, desde fevereiro de 2012 quando foram instalados os primeiros ninhos artificiais nas dependências das fazendas.

Sobre o Projeto Arara Azul

O Projeto Arara Azul é um projeto que estuda a biologia e relações ecológicas da arara-azul-grande, realiza o manejo e promove a conservação da arara azul em seu ambiente natural, além de estudar a biologia reprodutiva das araras vermelhas, tucanos, gaviões, corujas, pato-do-mato e outras espécies que co-habitam com a arara azul no Pantanal.

O Projeto compreende o acompanhamento das araras na natureza, o monitoramento de ninhos naturais e artificiais numa área de mais de 400 mil hectares além do trabalho, em conjunto com proprietários locais, de conservação da espécie.

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.