Revisão do Plano de Manejo da RPPN Estância Mimosa é aprovado pelo Imasul

O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) publicou no Diário Oficial do Estado, no dia 6 de julho de 2020, a Portaria nº 793/2020 no qual aprova a revisão do Plano de Manejo da Reserva Particular de Patrimônio Natural – RPPN Estância Mimosa.

A criação da RPPN Estância Mimosa foi oficializada pela Resolução SEMAC/IMASUL/MS Num. 03 de 14/02/2013. Possui 271,76 hectares e protege uma área de mata ciliar e relevo acidentado as margens do Rio Mimoso.

Em 2016 e 2017, o Plano de Manejo da reserva foi elaborado pela empresa eeCoo Sustentabilidade, da qual fazem parte Mauricio Neves Godoi, Cintia Neves Godoi e Guilherme Neves Louzada. O ecólogo Mauricio Godoi, responsável pela execução dos estudos ambientais e sociais, já tinha pleno conhecimento da área tendo em vista que o local foi base para seus estudos de doutorado o que contribuiu para que o documento fosse elaborado com bastante cuidado para refletir muito bem as características e estabelecer normas de proteção para este local tão especial.

“Para ajudar na conservação e gestão da RRPN Estância Mimosa, neste ano de 2017 foi elaborado seu Plano de Manejo, um conjunto de estudos técnicos que apresentam todos os aspectos ambientais e socioeconômicos da RPPN e que tem por objetivo embasar a tomada de decisões relativas ao seu manejo, gestão e conservação, incluindo seu zoneamento ambiental e as normas para o uso e manejo de seus recursos naturais”, acrescenta Maurício.

Luiza Coelho, diretora de sustentabilidade do Grupo Rio da Prata, coordenou a execução dos trabalhos do Plano de Manejo e relata que “Tentamos produzir um Plano que realmente seja útil, compilando todos os estudos já realizados anteriormente na Mimosa e os procedimentos e rotinas atuais. Nosso objetivo é que seja uma ferramenta muito eficaz para continuar a proteção desta área. A transformação da área em RPPN já assegura a sua proteção perpétua e o Plano de Manejo oficializa todas a gestão da área que é toda voltada a prevenção de impactos ambientais e melhoria da qualidade ambiental sempre.”

Em outubro de 2017, o Plano de Manejo da RPPN Estância Mimosa foi protocolado para análise e aprovação na Gerência de Unidades de Conservação do IMASUL/MS. A análise dos técnicos gerou algumas recomendações de revisão, as quais foram corrigidas e o documento foi submetido novamente para análise, esta nova versão retificada recebeu a data de 16/07/2018.

O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) publicou no dia 1º de agosto de 2018 a Portaria nº 630/2018 que aprovou o Plano de Manejo da Reserva Particular de Patrimônio Natural Estância Mimosa. Conforme o roteiro metodológico para elaboração do Plano de Manejo nas RPPNs, a implementação do plano de manejo deverá ser feita no período de cinco anos, durante os quais as informações necessárias para a revisão do Plano de Manejo devem ser levantadas.

Em 2020, após 2 anos de implementação do Plano de Manejo, observou-se a necessidade de revisões no documento. A nova versão deverá ser aprovada pela Gerência de Unidades de Conservação do IMASUL/MS.

Assim, as seguintes revisões foram realizadas:

· Inserção do mapa detalhado da Estância Mimosa, feito pelo Exército Brasileiro em abril de 2006;

· Inserção de duas estradas antigas que não foram detalhadas no Plano original: uma estrada da cascalheira e a “Estrada do Sinhozinho”, a qual será reativada;

· Criação do item Normas de uso gerais da RPPN;

· Inserção do Programa de novas atividades dentro do Programa de Visitação;

· Mudança no Zoneamento;

· Criação de uma Zona de Recuperação (antiga cascalheira);

· Atualização da capacidade de carga dos passeios de ecoturismo;

· Revisão do cronograma de atividades;

· Criação da regra de revisão pontual do Plano de Manejo;

· Retirado o Anexo IV – Licença Ambiental de Operação, pois a mesma pode ficar desatualizada.

“Agradecemos a técnica do IMASUL, Ana Carolina Seixas Nascimento, Analista Ambiental GUC/IMASUL, pela orientação e análise prestativa dos nossos planos de manejo. É muito bom saber que temos uma Gerência de Unidades de Conservação atuante e eficiente na gestão e proteção das nossas reservas e parques. A aprovação da revisão do Plano demonstra a maturidade da RPPN Estância Mimosa e sua evolução constante, buscando sempre a melhoria da qualidade ambiental da área”, conclui Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade da Estância Mimosa.

O documento possui vigência de 10 anos a contar da data da publicação no Diário Oficial do Estado de Mato Grosso do Sul, podendo ser ajustado mediante relatório técnico de monitoria durante a implementação do plano de manejo, aprovada pela Gerência de Unidades de Conservação do IMASUL.

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.