Vivência Fotográfica

Uma imersão na fotografia de natureza!

Um mini-curso de fotografia aplicada no lindo cenário da Estância Mimosa!
Bonito e região, no Mato Grosso do Sul, possui belezas únicas e paisagens deslumbrantes, muitas delas vistas nos passeios de ecoturismo, percorrendo trilhas, cachoeiras e rios de águas cristalinas do destino.
É com esse cenário que o fotógrafo de natureza e biólogo Daniel De Granville, em parceria com os atrativos turísticos Recanto Ecológico Rio da Prata, em Jardim, e a Estância Mimosa Ecoturismo, localizada em Bonito, apresenta uma nova atividade: Vivências Fotográficas.
Participantes terão a oportunidade única de aprender alguns conceitos teóricos básicos sobre fotografia e já praticar no mesmo local. As atividades são feitas em caráter exclusivo, com maior disponibilidade de tempo do que nos passeios normais, permitindo uma experiência mais plena.
Em grupo reduzidos, com até 3 participantes, a Vivência na Estância Mimosa terá duração de 4 horas. O local é rico em fauna e flora e na sede da fazenda será possível fotografar aves, jacarés e outras espécies. As águas cristalinas do rio Mimoso, as formações calcárias e a exuberância da mata preservada chamam atenção dos visitantes e são paisagens ideais para a prática da fotografia.
Já a Vivência Recanto Ecológico Rio da Prata será realizada no passeio de mergulho de cilindro, com até dois participantes. A sensação que se tem ao mergulhar nas águas azuis do Rio da Prata é a de estar voando sobre o fundo do rio acompanhado pela grande diversidade de peixes existentes no local.
Durante o mergulho, os participantes serão acompanhados pelo instrutor e pelo fotógrafo, garantindo que possam explorar as oportunidades fotográficas com mais eficiência e total segurança. Não são necessárias certificação ou experiência prévia em mergulho autônomo.
O que será aprendido
A vivência fotográfica, em ambos atrativos, começa abordando princípios básicos da fotografia em geral e depois é direcionada a técnicas e conceitos específicos da fotografia de natureza. O conteúdo inclui temas como velocidade do obturador, abertura do diafragma, sensibilidade ISO, profundidade de campo, fotometria, compensação de exposição, composição e enquadramento em fotografia de natureza.
Para participar é necessário possuir câmera fotográfica digital e ter proteção para uso debaixo d’água (caixa ou bolsa estanque).
São viagens programadas para a fotografia, onde cada atividade é pensada para se buscar a melhor imagem”, explica Daniel. Mas não é necessário ter curso de fotografia nem mesmo um super equipamento, para viver a fotografia, basta gostar e ter disposição.

Saiba mais sobre as cachoeiras da Estância Mimosa

As cachoeiras da Estância Mimosa possuem algumas curiosidades, histórias e lendas.
Saiba um pouco mais sobre cada uma delas.