Armadilha fotográfica flagra macaco-prego na Estância Mimosa

A armadilha fotográfica instalada na Estância Mimosa Ecoturismo (Bonito-MS) registrou um macaco-prego caminhando tranquilamente pelas matas do atrativo. Ora caminha, ora pula!

Ao percorrer as trilhas do passeio fique sempre atento. Assim poderá observar momentos como esse.

Grupo Rio da Prata recebe Prêmio ABETA Brasil Natural

A cidade de Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, sediou em agosto deste ano o Abeta Summit 2019 – Congresso Brasileiro de Ecoturismo e Turismo de Aventura.

O evento reuniu mais de 400 profissionais de diversas partes do país para discutirem os rumos para o futuro do setor e trocar experiências. Estiveram presentes o secretário nacional de Integração Interinstitucional do Ministério do Turismo, Bob Santos; o secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Vinicius Lummertz; Pedro de Castro da Cunha e Menezes, do Ministério das Relações Exteriores, além do professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Cadu Yang e Flávio Ferrari, Head do CIFS BR – Copenhagen Institute for Future Studies; entre outras autoridades do segmento.

Além da ampla programação de palestras, oficinas e atividades, os organizadores do evento realizaram também a entrega do “I Prêmio ABETA Brasil Natural” a quatro empresas associadas, com o objetivo de reconhecer e valorizar seus associados que, de algum modo, são vistos como fonte de inspiração para os demais.

O vencedor na categoria “Visão” foi o Grupo Rio da Prata, no qual fazem parte a Estância Mimosa Ecoturismo, o Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa, localizados respectivamente nas cidades de Bonito e Jardim, no Mato Grosso do Sul. A categoria reconhece a empresa como inspiração por sua atuação, conjunto de práticas e iniciativas em todas as áreas.

Na foto: Luiz Del Vigna, Simone Spengler Coelho, Eduardo Folley e Teriana Selbach, da Abeta.

Simone Spengler Coelho, sócia-proprietária dos atrativos, revelou que receber o prêmio foi uma grande surpresa. “Queremos agradecer de coração à ABETA. Ficamos emocionados, felizes e honrados com esse reconhecimento. Fazemos questão de compartilhar essa conquista com a nossa equipe e os parceiros que estão conosco nessa caminhada. Sermos selecionados por pessoas que conhecem de perto o trabalho das empresas do segmento do ecoturismo e do turismo de aventura de todo o Brasil, nos traz uma imensa responsabilidade, muito orgulho e a certeza de que estamos no rumo certo”, disse.

Simone acrescenta ainda que “fazer parte da ABETA é para nós muito mais do que simplesmente trocar experiências, ter acesso a novos conhecimentos, ajudar a fortalecer o nosso segmento… Cada vez mais nos sentimos privilegiados em fazer parte desse grupo diferenciado, que inspira e motiva através do trabalho de excelência que vem transformando o Brasil em referência mundial no turismo de natureza”.

Além do Grupo Rio da Prata, foram premiadas também as empresas: Ativa Aventuras, em Taboquinhas (BA), na categoria “Sustentabilidade”; Hotéis Fazenda Rede dos Sonhos, localizado na região de Bueno Brandão (MG) e Socorro (SP) na categoria “Segurança” e o Karawa Tã, parque de turismo de aventura e ecoturismo em Gravatá (PE), na categoria “Cardume”.

Celebrando 15 anos de atividades da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura, o tema do Abeta Summit deste ano foi “15 anos de Vida Natural”.

Nestes 15 anos de existência da ABETA, evoluímos muito. O Brasil se tornou uma referência mundial em segurança para o turismo de natureza. As normas que desenvolvemos aqui foram incorporadas pela ISO e adotadas globalmente. O governo brasileiro passou a reconhecer a atividade como fomentadora do desenvolvimento sustentável da economia e importante agente de preservação do meio ambiente. E a sociedade vem descobrindo, através do ecoturismo, um Brasil acolhedor, educativo e encantador”, avalia o diretor executivo da entidade, Luiz Del Vigna.

O Congresso é realizado anualmente desde 2003 e atrai público interessado nos temas relativos ao turismo de aventura, ao ecoturismo, à sustentabilidade e à natureza de maneira geral.

Jornalista Eduardo Vessoni visita atrativos do Grupo Rio da Prata

No início de setembro, os atrativos do Grupo Rio da Prata – Estância Mimosa Ecoturismo, Lagoa Misteriosa e Recanto Ecológico Rio da Prata, receberam a visita do jornalista Eduardo Vessoni.

Matérias sobre o destino de ecoturismo serão veiculadas posteriormente em diversos canais, entre eles no Portal UOL Viagem.

Na Estância Mimosa, em Bonito, Eduardo visitou algumas cachoeiras acompanhado pelo gerente do atrativo, Thyago Sabino, e conversou também com Fernanda Reverdito, guia de turismo, proprietária da Casa da Memória Raída, grande conhecedora da história da região.

Já no Recanto Ecológico Rio da Prata e na Lagoa Misteriosa esteve acompanhado pelo instrutor de mergulho João Gomes.

Sobre a experiência no mergulho na Lagoa Misteriosa, Eduardo Vessoni compartilhou uma imagem em suas redes sociais com a legenda: “Eu só queria deixar público que acabo de ter uma das experiências mais impactantes desses 11 anos dedicados ao jornalismo de turismo! Durante 3 anos sonhei em mergulhar com cilindro na Lagoa Misteriosa e hoje foi o dia de realizar esse sonho!!! Ficou tudo pra trás (inclusive as arvorezinhas lá no alto da foto!!!)”.

“Excelente atendimento e estrutura em todo o complexo. Obrigado pelo convite e pela oportunidade de registrar tudo isso“, revelou em depoimento.

Equipe da Fish TV visita atrativos do Grupo Rio da Prata

Os atrativos do Grupo Rio da Prata, Estância Mimosa Ecoturismo, Lagoa Misteriosa e o Recanto Ecológico Rio da Prata, em Bonito e Jardim (MS), receberam em agosto a visita da equipe de televisão Fish TV – Programa “Mergulhando”.

A série de 13 episódios de 25 minutos tem como objetivo mostrar o interessante mundo submarino, sua flora e fauna, projetos ambientais, o ecoturismo no país e as pessoas envolvidas.

Na Estância Mimosa realizaram o passeio de trilha e cachoeiras e conversaram também com Liliane Lacerda, do Instituto das Águas da Serra da Bodoquena (IASB) e Márcio Lima, da empresa Lobo Guará.

Já na Lagoa Misteriosa e Recanto Ecológico Rio da Prata foram feitas imagens subaquáticas e externas dos passeios de flutuação e mergulho com cilindro.

Cris Dias e Caio Paduan visitam atrativos do Grupo Rio da Prata

O Grupo Rio da Prata, em parceria com o VisitBonito – ferramenta oficial de marketing e promoção de Bonito (MS), recebeu na última semana a visita da apresentadora Cris Dias e do ator Caio Paduan.

O objetivo foi realizar filmagens para o canal do Youtube – Dia de Cris, no qual a jornalista fala sobre esporte, viagem e outros assuntos.

Na Estância Mimosa Ecoturismo (Bonito-MS) realizaram o passeio de trilha e cachoeiras acompanhados pelo gerente do atrativo, Thyago Sabino.

“Estamos em Bonito, vem pro Sol, vem pra cachoeira, vem pra Estância Mimosa”, compartilhou Caio em vídeo nas redes sociais.

Já no Recanto Ecológico Rio da Prata e na Lagoa Misteriosa (Jardim-MS) a dupla realizou flutuação e mergulho com cilindro.

Sobre a experiência na Lagoa Misteriosa, disseram: “Setembro não poderia ter começado melhor, a Lagoa Misteriosa é incrível, deu vontade de ir mais para baixo porque a gente sabe que ela não tem fundo, mas não temos curso”.

O projeto Dias de Cris teve seu lançamento no último dia 22 e é dirigida pelo ator Caio Paduan. Em breve os episódios de Bonito e Jardim poderão ser vistos no canal: https://www.youtube.com/channel/UC0_o5kUEjcuHq_QZW56suLQ

Chefs realizam nova edição de curso de gastronomia nos atrativos do Grupo Rio da Prata

Os atrativos do Grupo Rio da Prata, Estância Mimosa Ecoturismo (Bonito) e o Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim), receberam na última semana a visita do Chef Paulo Machado e Moacir Sobral para a realização de nova edição do treinamento gastronômico nos passeios.

O treinamento visa a qualificação da equipe de cozinha, realização e avaliação de produções da gastronomia típica que se utilizam de ingredientes regionais, novas técnicas e novas receitas para o buffet dos restaurantes dos atrativos.

“É fundamental trabalhar esse conceito nos atrativos. A gastronomia é um fator muito importante e desejamos que os visitantes venham até à Estância Mimosa para provar também a nossa culinária. Os Chefs Paulo e Moacir são pessoas incríveis, colaboraram muito, não só em ensinar as técnicas e os pratos, mas também em entender o timing da fazenda. Foi um curso muito interessante”, revela Thyago Sabino, gerente da Estância Mimosa.

Na Estância Mimosa, participaram da capacitação os colaboradores Gleide Lopes, Geraldina Araújo, Érico Freitas, Leivinha Morais e Maria Villas que elaboraram os pratos Moqueca de Tilápia; Barriga de Porco Assada; Carpaccio de Abóbora Queijo e Folha e Tilápia Empanada.

Já no Recanto Ecológico Rio da Prata a capacitação aconteceu nos dias 22 a 25 de agosto. Participaram os colaboradores Juliano, Valquiria, Patrícia, Rosana, Vilma, Fátima, Marcos, Manoel, Leonardo, Márcia e Glaiciane.

O curso é muito importante pois além de repassar técnicas para melhorar a qualidade da gastronomia, a equipe fica ainda mais motivada com os ensinamentos compartilhados por chefs renomados”, revela Mano, gerente do Recanto Ecológico Rio da Prata.

Veja alguns momentos:

Estância Mimosa

Plano de Manejo RPPN Estância Mimosa

O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) publicou no dia 1º de agosto de 2018 a Portaria nº 630/2018 que aprovou o Plano de Manejo da Reserva Particular de Patrimônio Natural Estância Mimosa.

Veja aqui o Plano de Manejo RPPN Estância Mimosa!

Conforme o roteiro metodológico para elaboração do Plano de Manejo nas RPPNs, a implementação do plano de manjo deverá ser feita no período de cinco anos, durante os quais as informações necessárias para a revisão do Plano de Manejo devem ser levantadas.

Assim, de acordo com o cronograma no plano de manejo apresentado, solicita-se que sejam encaminhados relatórios anuais de monitoramento das atividades da RPPN, bem como outras atividades constantes no Plano de Manejo da RPPN.

Visita na Estância Mimosa

A Estância Mimosa (Bonito-MS) recebeu nesta quarta-feira (14) a visita de Lucas Mendes e sua esposa Rosiane, autores do perfil no Instagram @lucasramosmendes.

O casal realizou o passeio de trilha e cachoeiras e compartilhou alguns momento da experiência em seu canal como: o lago do atrativo, a lojinha, preparo do doce de leite artesanal e as cachoeiras.

Veja algumas fotos!

Estância Mimosa lança novos produtos em sua loja virtual

A Estância Mimosa Ecoturismo (Bonito-MS) tem como uma de suas atrações o doce de leite, sobremesa preparada artesanalmente, servida no almoço e também comercializada na loja do atrativo.

Em 2017, o produto começou a ser vendido também na loja virtual da Estância Mimosa. A partir de agora, além do doce de leite, visitantes podem adquirir produtos relacionados aos atrativos do Grupo Rio da Prata, do qual a Estância Mimosa faz parte ao lado do Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa.

Estão disponíveis para venda três modelos de caneca de porcelana, no valor de R$ 29 e bonés bordados, confeccionados em brim, com a logo da Lagoa Misteriosa e Recanto Ecológico Rio da Prata. O valor unitário é de R$ 44.

Os produtos são entregues em todo o Brasil.

Acesse: http://www.estanciamimosa.eco.br/loja/

Colaboradores do Grupo Rio da Prata participam de curso sobre Permacultura

Ter um estilo de vida mais simples, valorizar a vida comunitária e a própria produção de alimentos sem agrotóxicos. Esses foram alguns dos temas abordados durante o curso de permacultura, realizado nos dias 02 a 04 de agosto, no Núcleo Ser Vir a Vida, em Miranda (MS).

O evento, ministrado por Adriana Galbiat, Engenheira Ambiental e Permacultora, Mestre em Tecnologias Ambientais pela UFMS, contou com a participação dos colaboradores do Grupo Rio da Prata: Thyago Sabino, gerente da Estância Mimosa; Nádia Pisetta e Bruno Rocha, ambos biólogos do Recanto Ecológico Rio da Prata.

A Permacultura fornece fermentas baseadas no conhecimento científico e sabedoria ancestral para que pessoas ou instituições possam fazer escolhas conscientes e sustentáveis no dia-a-dia. Orienta-se em 3 princípios éticos: cuidar da terra, cuidar das pessoas e cuidar do futuro.

O curso com a Adriana Galbiati nos trouxe conhecimento de algumas técnicas relacionadas à conservação do solo, bioconstrução e saneamento ecológico. No primeiro dia, tivemos aula teórica, conhecemos um pouco dos princípios de Permacultura e uns aos outros. Já no segundo e terceiro dia, fomos introduzidos na prática ao conceito de banheiro seco, agrofloresta, círculo de bananeiras, bioconstrução e compostagem”, revelaram os colaboradores.

Para Thyago Sabino a participação no curso é uma oportunidade de “aprender e entender um pouco mais sobre permacultura e qual a sua importância no contexto de atividade que realizamos nos atrativos. A busca pela informação reforça muito a ideia em realmente fazer ecoturismo de uma forma prática e não só em palavras”. Cita ainda que as práticas vivenciadas podem ser de grande valia suprindo as demandas dos atrativos e melhorando a qualidade de vida do ambiente, dos colaboradores além de proporcionar uma experiência positiva para os visitantes. Já o biólogo Bruno Rocha revelou que “o curso foi sensacional e ampliou o horizonte para o que pode ser feito nos atrativos na questão de gestão de resíduos sólidos”.

Durante o curso aconteceu também a feira de trocas onde cada participante colocou um objeto pessoal à disposição para para trocar com os colegas. Roupas, sementes, comidas e serviços foram trocados.

O principal aprendizado que fica, é que a Permacultura vai muito além das técnicas. É um estilo de vida, uma filosofia, uma visão baseada no amor próximo, desde nossa existência atual até às futuras gerações. Cuidamos da terra, pois pertencemos a elas; cuidamos das pessoas, pois também precisamos de compaixão; colocamos limite ao nosso consumo partilhamos de tudo de forma justa, sendo generosos e entendendo que não existe fora. Vivemos e partilhamos dos mesmos recursos no planeta Terra, os resíduos que processamos continuam aqui”, finaliza Nádia.

Veja abaixo alguns momentos da capacitação: