Benefícios da vida ao ar livre em tempos de Covid-19 e como agir com segurança

Como tornar a vida mais leve mantendo a segurança nesse momento? Como já divulgamos por aqui, a Estância Mimosa, assim como todos os atrativos doo Grupo Rio da Prata, conquistou o selo Safe Travel do World Travel & Tourism Council (WTTC). Isso significa que adotamos todos os procedimentos indicados para a sua segurança durante um passeio ao ar livre.

Dito isso, listamos a seguir os benefícios de estar em contato com a natureza nesse período.

É bom para a sua saúde mental

A saúde mental também é primordial nesse momento. E nada melhor que poder estar em contato com a natureza, ao ar livre, para aliviar a mente nesse período de distanciamento social. Você pode aproveitar esses momentos para relaxar.

Entre os benefícios estão a recuperação da saúde mental, alívio do estresse, mais concentração, criatividade e melhoria na concentração a curto prazo. Se você estiver trabalhando em casa, por exemplo, essa pode ser uma oportunidade de dar uma pausa para depois melhorar o seu desempenho. Se estiver com a família, vocês podem fazer um passeio juntos num ambiente aberto.

Estudos indicam que bastam 45 minutos diários ao ar livre para obtermos resultados positivos para a saúde.

É bom para o seu corpo

A revista GoOutside também criou um guia com regras de como ir ao ar livre durante o período. A publicação fala de um estudo conduzido pelo Centro Médico da Universidade de Georgetown, que reconhece o papel que a luz solar tanto na produção de vitamina D e na liberação de serotonima – substância que, entre os neurônios, produz a sensação de bem-estar – quanto na resposta imune do nosso corpo.

“Passar o tempo ao ar livre tem sido associado a uma série de benefícios à saúde, desde menor incidência de diabetes até diminuição da pressão arterial. Pode até diminuir o risco de ataque cardíaco”, diz a publicação.

O mesmo para manter uma rotina de exercícios físicos. E aqui na Estância Mimosa você caminha pela trilha que leva às cachoeiras. Outra orientação médica é ainda o fundamental consumo de frutas, verduras, hortaliças e alimentos naturais e frescos. Aqui, nossos alimentos são orgânicos, colhidos da própria horta, e servidos em nosso almoço à la carte nesse período.

Esse é o pacote básico de recomendações de saúde que não muda nem em tempos de pandemia.

Em segurança para a sociedade

De acordo com a bióloga Terimar Moresco, em publicação da Universidade Federal de Santa Maria (UFMS) “a contaminação por via aérea é menor em ambientes abertos ou com circulação de ar natural”.  Além disso, aqui na Estância Mimosa o uso de máscaras é obrigatório, assim como o distanciamento social com padronização de uma distância segura entre as pessoas, de no mínimo 1,5 metros.

Confira em detalhes todos os outros procedimentos que adotamos seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde (OMS) desde a reabertura no dia 1º de julho.

Com base em tudo o que foi dito e que tem sido feito por aqui, esperamos a sua visita. Temos 10 cachoeiras e nove pontos de banho para você contemplar e se refrescar ao ar livre, além de passeio a cavalo e observação de aves.

As visitas à Estância Mimosa Ecoturismo devem ser feitas através das agências de turismo da região. Para saber como fazer uma reserva, acesse: bit.ly/ondecomprar-mimosa.

Atrativos do Grupo Rio da Prata conquistam selo Safe Travel do WTTC

O World Travel & Tourism Council (WTTC), único órgão global que representa o setor privado de Viagens e Turismo, concedeu aos atrativos do Grupo Rio da Prata – Estância Mimosa Ecoturismo, Lagoa Misteriosa e Recanto Ecológico Rio da Prata, passeios em Bonito e Jardim (MS), o selo Safe Travels.

O selo, especialmente desenvolvido para este momento, vai permitir que viajantes reconheçam empresas e governos que, ao redor do mundo, adotaram protocolos globais de saúde e higiene – para que possam viver a experiência de uma “Viagem Segura”.

Piscinas naturais da Estância Mimosa Ecoturismo. Foto: Daniel De Granville.

O reconhecimento certifica de que os atrativos atendem aos “Leading Global Protocols for the New Normal – Attractions and Tour Operators – June, 2020”, ou seja, aos Protocolos Globais para o Novo Normal para Atrações e Operadores Turísticos.

O protocolo estipula ações relacionadas a higienização intensificada, treinamento de equipe, diminuição de capacidade de carga, distanciamento social e uso de máscaras e atua também em quatro esferas. São eles: Procedimentos Operacionais e de equipe; experiência segura; Re-construção da Confiança e Implementação de Políticas.

Para Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade do Grupo Rio da Prata, o selo confirma que “as medidas de prevenção em biossegurança que adotamos são importantes e eficazes já que são as mesmas estabelecidas pelo protocolo do WTTC para as atrações turísticas”.

Luiza acrescenta ainda que a certificação demonstra e reforça que “realmente as atividades ao ar livre são a próxima tendência para o turismo nacional e mundial pois é a melhor forma do homem se reconectar com a natureza nesse período pós- quarentena”.

Os atrativos do Grupo Rio da Prata, assim como outros atrativos turísticos de Bonito e região, retomaram suas atividades no dia 1º de julho de 2020, após cerca de 100 dias com o segmento suspenso devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Abaixo os selos da Lagoa Misteriosa e do Recanto Ecológico Rio da Prata:

Mergulho com cilindro e flutuação em águas cristalinas na Lagoa Misteriosa. Foto: Marcio Cabral.
Flutuação no Recanto Ecológico Rio da Prata. Foto: Márcio Cabral

Sobre a WTTC

O World Travel & Tourism Council (WTTC) é a autoridade global na contribuição econômica e social do setor de Viagens e Turismo. Promove o crescimento sustentável do setor de Viagens e Turismo, trabalhando com governos e entidades internacionais para criar empregos, impulsionar exportações e gerar prosperidade.

Junto com a Oxford Economics, a WTTC produz uma pesquisa anual que mostra o setor de Viagens e Tursimo como um dos maiores do mundo, apoiando 330 milhões de empregos e gerando 10.3% do GDP global em 2019.

Estância Mimosa Ecoturismo retoma visitação turística a partir de julho

A Estância Mimosa Ecoturismo, passeio de cachoeiras em Bonito (MS), vai retomar as atividades no dia 01 de julho. Todas as medidas de prevenção ao novo coronavírus serão aplicadas, para garantir a segurança de visitantes e colaboradores.

Entre as ações estão a intensificação da higienização dos ambientes e equipamentos, medição de temperatura dos visitantes, horário agendado e grupos de tamanho reduzido e distanciamento social.

Os passeios no atrativo acontece todos os dias. O número de vagas foi reduzido, obedecendo às recomendações das autoridades de saúde. Cada grupo será formado por nove vistantes e será acompanhado por um guia de turismo

Estar em contato com a natureza é essencial para a saúde humana, em especial em um momento como este. Além de todos os benefícios que oferece, como ar puro, águas cristalinas e paisagens exuberantes, proporciona relaxamento e inspirações para a vida. Vale ressaltar que todos os ambientes e atividades oferecidas pela Estância Mimosa acontecem ao ar livre.

O roteiro do passeio de cachoeiras é o mesmo de antes da suspensão das atividades, com aproximadamente 4 horas de duração, incluindo caminhada em trilha pela mata ciliar do Rio Mimoso, observando as aves, diferentes espécies de animais além de uma vasta variedade de árvores. São 10 cachoeiras de tamanhos e formas variadas com ótimos locais para banho em piscinas naturais e uma plataforma de salto.

As medidas preventivas para a visita no atrativo inclui:

• O uso de máscaras é obrigatório. Recomendamos que os visitantes tragam suas próprias máscaras, preferencialmente mais de uma unidade, caso suje ou molhe.

• Distanciamento social: padronização de uma distância segura entre as pessoas, de no mínimo 1,5 metros.

• Higienização e EPIs: Higienização de todas as superfícies de contato manual com álcool 70% ou desinfetante clorado e de todos os equipamentos usados por visitantes. Fornecimento de álcool 70% em gel para uso de visitantes e guias de turismo. Fornecimento de equipamentos de proteção individual para colaboradores e exigir uso por visitantes quando necessário.

• Identificação de pessoas com suspeita: Medição de temperatura corporal e entrevista sobre sintomas visando identificar pessoas portadoras de sintomas da COVID-19. Caso seja identificado pessoas com sintomas, após a realização dos procedimentos realizados no atrativo, os mesmos serão encaminhados para diagnóstico adequado e isolamento.

Além do passeio de trilha e cachoeiras, a Estância Mimosa Ecoturismo oferece atividades opcionais como passeio a cavalo e observação de aves.

As reservas para o passeio são feitas pelas agências de turismo da região. Para mais informações entre em contato pelo Whatsapp (67 99616-3082) ou acesse o site: www.estanciamimosa.eco.br.

Passeios na Estância Mimosa retornam em julho

Está chegando a hora de matar a saudade da Estância Mimosa Ecoturismo e se encantar novamente com a natureza: é dia 1º de julho!

A Prefeitura de Bonito (MS) aprovou nesta semana o protocolo de biossegurança entregue pela ATRATUR (Associação dos Atrativos Turísticos de Bonito e Região), com as orientações para reabertura dos atrativos turísticos, prevista oficialmente para 1º de julho.

Confira a matéria completa, sobre a reabertura dos atrativos turísticos e saiba mais: https://bit.ly/2YLHHmO

Nossa preocupação é a sua total segurança, como sempre foi. Por isso, algumas exigências para ter o selo “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”, lançado pelo Ministério do Turismo, são:.

  • distanciamento social;
  • restrição de público;
  • higienização;
  • controle de acesso de visitantes



Araras-azuis na Estância Mimosa em Bonito (MS)

Novos registros de araras-azuis foram feitos na Estância Mimosa Ecoturismo em Bonito (MS). A espécie, que encanta a todos por sua cor vibrante e som alegre e inconfundível, são animais com hábitos que chamam a atenção. Elas gostam de voar em pares ou em grupo e nos fins de tarde, se reúnem em bandos em árvores “dormitório”. Acuri e bocaiúva são alguns de seus alimentos.

A Estância Mimosa é parceira desde setembro de 2019 do Instituto Arara Azul, iniciativa que visa a conservação da espécie. Na ocasião, foram instalados no atrativo 10 ninhos artificiais. Além de dar um incremento à experiência dos milhares de turistas que visitam a fazenda para fazer observação de aves, o principal objetivo desta parceria é que os ninhos sejam utilizados como abrigo para as araras. E não apenas as azuis: também para a arara-vermelha e a arara-canindé. A prática auxilia também na reprodução das espécies.

Veja abaixo vídeo e contemple a natureza!

Banho de cachoeira em Bonito? Só se for em segurança!

Segurança é a palavra-chave quando você está viajando em busca de experiências na natureza. E aqui na Estância Mimosa Ecoturismo é assunto sério, levado à risca. Tanto, que ainda em 2011, a RPPN se tornou o primeiro atrativo a receber uma certificação ISO nas modalidades caminhada e banho de cachoeira em Bonito-MS. Mas sabe o que isso significa para você, turista?

“Toda atividade em meio a natureza oferece riscos, e é impossível controlar todos eles. Contudo podemos diminuir os mesmos através de procedimentos preventivos. A auditoria da ABNT certifica anualmente a importância que damos ao ecoturismo de qualidade proporcionando ao visitante a maior segurança possível”, explica o gerente da Estância Mimosa Thyago Sabino.

Como isso impacta o turista?

Na prática, receber essa certificação comprova o nosso compromisso com o seu bem-estar, seu conforto e sua experiência aqui com a gente, com máxima qualidade dos produtos e serviços prestados nas atividades em meio à natureza.

Através do nosso Sistema de Gestão de Segurança (SGS), aplicamos a Norma NBR ISO 21.101. Ela basicamente estabelece os requisitos mínimos para prestar serviços e promover experiências de turismo de aventura com segurança. Significa que você pode se aventurar e curtir a natureza tranquilamente!

Isso vai desde o treinamento da equipe, e guias, as placas de sinalização na trilha, até equipamentos para cada atividade, como boias ou coletes para o seu banho de cachoeira em Bonito. Alguns detalhes importantes que fazem toda a diferença para fazer da sua vivência a melhor experiência possível.

Resumindo, o SGS é uma cultura de boas práticas que busca minimizar os riscos das atividades em ambientes naturais, através de quatro ações principais:

1 – Tornar os visitantes conscientes dos riscos envolvidos nas atividades na natureza;

2 – Inventariar, analisar e minimizar os riscos da operação turística, aumentando a segurança do visitante;

3 – Organizar os procedimentos de tratamento e atendimento de emergências.

4 – Capacitar anualmente os colaboradores e guias em primeiros socorros e atendimento a emergências.

Como a Estância Mimosa Ecoturismo conquistou a certificação

Uma das missões de sustentabilidade da Estância Mimosa é promover a conduta consciente em ambientes naturais, por meio da prática da atividade turística de baixo impacto ambiental, assim como de práticas consagradas de segurança no turismo de aventura.

Assim, em 2008, o atrativo iniciou a sua participação no programa Aventura Segura da ABETA (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura), em parceria com SEBRAE e Ministério do Turismo 2008 e 2010. Através do programa, a Estância Mimosa realizou a implantação do seu Sistema de Gestão de Segurança, o qual consiste em uma série de documentos, ações e procedimentos que visam prevenir a ocorrência de acidentes nas atividades de ecoturismo.

Então, em 2010, este sistema recebeu a auditoria da ABNT Certificadora, que resultou na certificação do sistema, comprovando que ele atende aos requisitos das normas da ABNT ISO 21101 e normas relacionadas às atividades. Desde então, a Estância Mimosa mantém esta certificação através de auditorias anuais realizadas por um auditor externo.

“Somos privilegiados, pois trabalhamos em uma empresa que é a 1ª a obter a certificação em caminhada e banho de cachoeira em Bonito, considerado um dos melhores destinos de ecoturismo do país. Isso mostra o empenho de toda a equipe e diretoria, que ao longo do tempo vem se aprimorando para atender todas as exigências do sistema”, completa Thyago.

Viu só como tem gente que se preocupa com você? Logo podemos viver juntos os melhores momentos da vida ao ar livre! Até breve!

3 motivos para ter contato com a natureza depois da quarentena

Você já deve ter ouvido falar que ter um maior contato com a natureza faz bem à saúde. E com certeza deve se lembrar dos momentos divertidos e prazerosos que teve numa viagem ao ar livre, não é mesmo? Por isso, neste post vamos mostrar vários benefícios, como acontece quando você está aqui na Estância Mimosa Ecoturismo. Confira e planeje sua próxima experiência quando esse período de quarentena passar.

Nesses dias em que milhões de pessoas estão em suas casas, bate uma saudade de sentir o cheiro das flores e do orvalho, ouvir os pássaros cantarem, a água da cachoeira batendo na pedra, mergulhar e relaxar, fala a verdade?! Então, veja agora os benefícios que o contato com a natureza promove em sua vida.

Te acalma e elimina o estresse

Toda a loucura da modernidade e caos das grandes cidades traz uma série de problemas aos seres humanos, principalmente pela excessiva exposição aos estímulos visuais e sonoros dos grandes centros urbanos. Por isso, estar em contato com a natureza, em ambientes mais inóspitos, pode ter um efeito de relaxamento ideal para você recarregar as energias e esquecer dos problemas.

Pois ao contemplar as montanhas, rios e cachoeiras, florestas e oceanos, por exemplo, ou então praticar uma trilha, você se acalma. Isso se deve a uma visão mais ampla das paisagens, com uma continuidade e variedade de cores e contrastes. Além disso, a natureza já traz, por si só, uma paz que é potencializada pelo canto dos pássaros e pela harmonia entre os elementos naturais.

Contato com a natureza aumenta sua autoestima e criatividade

Já viu alguém infeliz quando está curtindo a natureza? Pois é, isso é bem difícil de acontecer, pois a gente fica mais leve em contato com ela. Seja sozinho, com a família ou amigos e amigas, diversos estudos informam que quando estamos ao ar livre aumentamos os níveis de endorfina e da serotonina dentro do nosso corpo, hormônios ligados ao bem-estar e prazer, respectivamente. Além disso, contribui para o foco e criatividade para solucionar diversos problemas do dia a dia.

Melhora o condicionamento físico e diminui problemas de pressão arterial

É divertido, prazeroso, relaxante e ainda faz bem para o corpo! Praticar atividades ao ar livre, como quando nas férias, praticando o ecoturismo, traz efeitos positivos à nossa saúde. Fazer uma trilha e respirar o ar puro e limpo da floresta, por exemplo, contribui para a circulação do sangue e oxigenação dos pulmões.

Se você mergulhar, além de trabalhar a sua respiração, está movimentando outros músculos e fortalecendo seu corpo. Ou seja, ajuda também a perder algumas calorias durante a atividade.

Viu só?! Estar em contato com a natureza é tudo de bom e você só tem a ganhar. Além de contribuir para a melhora do seu sono, problemas cardíacos e pulmonares, reduzir a ansiedade, a vida ao ar livre está aqui para te divertir. Quando passar esse período de quarentena, você vai poder se conectar e se encontrar em Bonito. E a Estância Mimosa Ecoturismo estará de braços abertos pra te receber e promover a melhor experiência possível!

Viagem dos sonhos tem sabor de doce de leite da fazenda em Bonito-MS

Quem pensa em Bonito-MS já logo lembra da sua aptidão pro ecoturismo, como um lugar para uma viagem dos sonhos: natureza preservada, paisagens belíssimas, cachoeiras refrescantes, rios e lagoas e lagos com águas cristalinas e grande diversidade, tanto da fauna quanto da flora locais. Mas se tem outra coisa que encanta a todos os turistas do Brasil e do mundo e marca na memória é o doce de leite artesanal da Estância Mimosa Ecoturismo.

Ele é o queridinho das sobremesas, feito artesanalmente, o mais pedido e o mais devorado depois de uma manhã repleta de atividades em meio à natureza. E é um dos fatores que vai ativar sua memória gustativa e transformar sua estadia aqui na viagem dos sonhos.

Receita familiar e preparado na própria fazenda

Levando apenas leite (produzido na fazenda), açúcar e bicarbonato, o doce de leite da Estância Mimosa Ecoturismo segue uma receita original da família dos proprietários. Receita que é seguida pela Dona Dina, que trabalha conosco há 9 anos e é a responsável, junto com outras 4 pessoas, por toda produção na cozinha, inclusive pelas sobremesas e doces da fazenda.

Mas não é apenas a receita que faz este doce de leite ser o que ele é. A grande diferença é a forma de fazer. Além do amor e carinho para você guardar na memória os sabores e experiências vividas na fazenda, o doce de leite é feito num tacho enorme.

O tacho, então, é levado ao forno à lenha, onde fica por aproximadamente 8 horas (!) até chegar no ponto ideal de cozimento. E pronto, a partir daí é só saborear essa delícia de doce. Sabe aquela expressão “raspar o tacho”? Pois é, imagina só raspar esse tacho de doce de leite da fazenda, hmmm…

Vale dizer que todo processo de produção do nosso doce de leite é artesanal, desde a ordenha à cocção no fogão à lenha, e até o envase quando necessário. E, diariamente, são produzidos e consumidos em média 70 litros de doce de leite(!!). É bastante coisa, não?!

E, vamos combinar, depois de se divertir na trilha e nas cachoeiras e de relaxar na natureza, nada melhor do que saborear um almoço típico da roça e um doce de leite artesanal da fazenda, não é mesmo? É para repor as energias.

Toda produção  é consumida na fazenda…..  pra produção de doce, queijo, cachorradinha e outras receitas para visitantes e funcionários

Que tal levar esse gostinho contigo?

Melhor ainda: além de degustar nosso doce de leite como sobremesa à vontade no buffet, você pode presentear quem você gosta com a nossa iguaria, já que temos potes à venda na lojinha da fazenda.

O doce de leite artesanal também é usado em outros restaurantes da região, entre eles um dos mais tradicionais daqui, o Casa do João.  A La Crepierri também o utiliza como recheio para um de seus deliciosos crepes.

Tudo isso você encontra aqui em Bonito, onde sua viagem dos sonhos acontece!

Bion Consultoria Ambiental realiza visita técnica na Estância Mimosa Ecoturismo

A Estância Mimosa Ecoturismo, passeio de cachoeiras em Bonito (MS), recebeu nos dias 04 a 06 de março a visita técnica da Dra. Bióloga Vivian Baptista Maria, da Bion Consultoria Ambiental, empresa sediada no município.

A visita teve como objetivo identificar novas espécies para inserção de placas interpretativas, identificação de espécies para compor o viveiro de mudas do Grupo Rio da Prata, além de apresentar a flora e os tipos de fisionomias ocorrentes nestas áreas para a bióloga do atrativo, Nádia Pisetta.

No primeiro dia, a consultoria foi acompanhada pela bióloga Nádia Pisetta, e aconteceu na trilha inicial da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) e na trilha denominada “Bugio”. Já no segundo dia, Vivian contou também com a participação do guia de turismo Valdenir Souza, profissional que indicou características de flores e frutos que estiveram presentes em outras épocas do ano.

Neste trabalho de botânica, pude notar que a floresta estacional e a floresta estacional ribeirinha encontram-se conservadas, desempenhando os mais diversos papeis ecológicos e abrigando toda a biodiversidade local. Essa diversidade biológica, além do seu valor intrínseco às espécies, aqui consideradas não apenas como categoria taxonômica, mas como unidades portadoras de patrimônio genético, possui inestimável valor para a sobrevivência humana”, revelou Vivian Baptista.

No total foram analisados aproximadamente 65 exemplares dos quais 53 tem potencial para confecção de placa interpretativa.

A Dra. e Bióloga Vivian Baptista Maria, se mostrou muito satisfeita com a visita técnica no atrativo. “Estes dois dias foram bem gratificantes, pois tive a oportunidade de retornar após 10 anos dos levantamentos florísticos realizados no local, que compuseram o Plano de Manejo da RPPN Estância Mimosa”.

“Agradeço imensamente a oportunidade, e externo minha alegria em saber que os proprietários estação cada vez mais empenhados na busca do desenvolvimento das atividades sustentáveis, na disseminação do conhecimento e na educação ambiental”, concluiu.

Veja as fotos:

Dra.Vivian Baptista e a bióloga Nádia Pisetta.
Guia de turismo Valdenir ao lado de Nádia Pisetta e Dra. Vivian Baptista.