Banho de cachoeira em Bonito? Só se for em segurança!

Segurança é a palavra-chave quando você está viajando em busca de experiências na natureza. E aqui na Estância Mimosa Ecoturismo é assunto sério, levado à risca. Tanto, que ainda em 2011, a RPPN se tornou o primeiro atrativo a receber uma certificação ISO nas modalidades caminhada e banho de cachoeira em Bonito-MS. Mas sabe o que isso significa para você, turista?

“Toda atividade em meio a natureza oferece riscos, e é impossível controlar todos eles. Contudo podemos diminuir os mesmos através de procedimentos preventivos. A auditoria da ABNT certifica anualmente a importância que damos ao ecoturismo de qualidade proporcionando ao visitante a maior segurança possível”, explica o gerente da Estância Mimosa Thyago Sabino.

Como isso impacta o turista?

Na prática, receber essa certificação comprova o nosso compromisso com o seu bem-estar, seu conforto e sua experiência aqui com a gente, com máxima qualidade dos produtos e serviços prestados nas atividades em meio à natureza.

Através do nosso Sistema de Gestão de Segurança (SGS), aplicamos a Norma NBR ISO 21.101. Ela basicamente estabelece os requisitos mínimos para prestar serviços e promover experiências de turismo de aventura com segurança. Significa que você pode se aventurar e curtir a natureza tranquilamente!

Isso vai desde o treinamento da equipe, e guias, as placas de sinalização na trilha, até equipamentos para cada atividade, como boias ou coletes para o seu banho de cachoeira em Bonito. Alguns detalhes importantes que fazem toda a diferença para fazer da sua vivência a melhor experiência possível.

Resumindo, o SGS é uma cultura de boas práticas que busca minimizar os riscos das atividades em ambientes naturais, através de quatro ações principais:

1 – Tornar os visitantes conscientes dos riscos envolvidos nas atividades na natureza;

2 – Inventariar, analisar e minimizar os riscos da operação turística, aumentando a segurança do visitante;

3 – Organizar os procedimentos de tratamento e atendimento de emergências.

4 – Capacitar anualmente os colaboradores e guias em primeiros socorros e atendimento a emergências.

Como a Estância Mimosa Ecoturismo conquistou a certificação

Uma das missões de sustentabilidade da Estância Mimosa é promover a conduta consciente em ambientes naturais, por meio da prática da atividade turística de baixo impacto ambiental, assim como de práticas consagradas de segurança no turismo de aventura.

Assim, em 2008, o atrativo iniciou a sua participação no programa Aventura Segura da ABETA (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura), em parceria com SEBRAE e Ministério do Turismo 2008 e 2010. Através do programa, a Estância Mimosa realizou a implantação do seu Sistema de Gestão de Segurança, o qual consiste em uma série de documentos, ações e procedimentos que visam prevenir a ocorrência de acidentes nas atividades de ecoturismo.

Então, em 2010, este sistema recebeu a auditoria da ABNT Certificadora, que resultou na certificação do sistema, comprovando que ele atende aos requisitos das normas da ABNT ISO 21101 e normas relacionadas às atividades. Desde então, a Estância Mimosa mantém esta certificação através de auditorias anuais realizadas por um auditor externo.

“Somos privilegiados, pois trabalhamos em uma empresa que é a 1ª a obter a certificação em caminhada e banho de cachoeira em Bonito, considerado um dos melhores destinos de ecoturismo do país. Isso mostra o empenho de toda a equipe e diretoria, que ao longo do tempo vem se aprimorando para atender todas as exigências do sistema”, completa Thyago.

Viu só como tem gente que se preocupa com você? Logo podemos viver juntos os melhores momentos da vida ao ar livre! Até breve!

3 motivos para ter contato com a natureza depois da quarentena

Você já deve ter ouvido falar que ter um maior contato com a natureza faz bem à saúde. E com certeza deve se lembrar dos momentos divertidos e prazerosos que teve numa viagem ao ar livre, não é mesmo? Por isso, neste post vamos mostrar vários benefícios, como acontece quando você está aqui na Estância Mimosa Ecoturismo. Confira e planeje sua próxima experiência quando esse período de quarentena passar.

Nesses dias em que milhões de pessoas estão em suas casas, bate uma saudade de sentir o cheiro das flores e do orvalho, ouvir os pássaros cantarem, a água da cachoeira batendo na pedra, mergulhar e relaxar, fala a verdade?! Então, veja agora os benefícios que o contato com a natureza promove em sua vida.

Te acalma e elimina o estresse

Toda a loucura da modernidade e caos das grandes cidades traz uma série de problemas aos seres humanos, principalmente pela excessiva exposição aos estímulos visuais e sonoros dos grandes centros urbanos. Por isso, estar em contato com a natureza, em ambientes mais inóspitos, pode ter um efeito de relaxamento ideal para você recarregar as energias e esquecer dos problemas.

Pois ao contemplar as montanhas, rios e cachoeiras, florestas e oceanos, por exemplo, ou então praticar uma trilha, você se acalma. Isso se deve a uma visão mais ampla das paisagens, com uma continuidade e variedade de cores e contrastes. Além disso, a natureza já traz, por si só, uma paz que é potencializada pelo canto dos pássaros e pela harmonia entre os elementos naturais.

Contato com a natureza aumenta sua autoestima e criatividade

Já viu alguém infeliz quando está curtindo a natureza? Pois é, isso é bem difícil de acontecer, pois a gente fica mais leve em contato com ela. Seja sozinho, com a família ou amigos e amigas, diversos estudos informam que quando estamos ao ar livre aumentamos os níveis de endorfina e da serotonina dentro do nosso corpo, hormônios ligados ao bem-estar e prazer, respectivamente. Além disso, contribui para o foco e criatividade para solucionar diversos problemas do dia a dia.

Melhora o condicionamento físico e diminui problemas de pressão arterial

É divertido, prazeroso, relaxante e ainda faz bem para o corpo! Praticar atividades ao ar livre, como quando nas férias, praticando o ecoturismo, traz efeitos positivos à nossa saúde. Fazer uma trilha e respirar o ar puro e limpo da floresta, por exemplo, contribui para a circulação do sangue e oxigenação dos pulmões.

Se você mergulhar, além de trabalhar a sua respiração, está movimentando outros músculos e fortalecendo seu corpo. Ou seja, ajuda também a perder algumas calorias durante a atividade.

Viu só?! Estar em contato com a natureza é tudo de bom e você só tem a ganhar. Além de contribuir para a melhora do seu sono, problemas cardíacos e pulmonares, reduzir a ansiedade, a vida ao ar livre está aqui para te divertir. Quando passar esse período de quarentena, você vai poder se conectar e se encontrar em Bonito. E a Estância Mimosa Ecoturismo estará de braços abertos pra te receber e promover a melhor experiência possível!

Viagem dos sonhos tem sabor de doce de leite da fazenda em Bonito-MS

Quem pensa em Bonito-MS já logo lembra da sua aptidão pro ecoturismo, como um lugar para uma viagem dos sonhos: natureza preservada, paisagens belíssimas, cachoeiras refrescantes, rios e lagoas e lagos com águas cristalinas e grande diversidade, tanto da fauna quanto da flora locais. Mas se tem outra coisa que encanta a todos os turistas do Brasil e do mundo e marca na memória é o doce de leite artesanal da Estância Mimosa Ecoturismo.

Ele é o queridinho das sobremesas, feito artesanalmente, o mais pedido e o mais devorado depois de uma manhã repleta de atividades em meio à natureza. E é um dos fatores que vai ativar sua memória gustativa e transformar sua estadia aqui na viagem dos sonhos.

Receita familiar e preparado na própria fazenda

Levando apenas leite (produzido na fazenda), açúcar e bicarbonato, o doce de leite da Estância Mimosa Ecoturismo segue uma receita original da família dos proprietários. Receita que é seguida pela Dona Dina, que trabalha conosco há 9 anos e é a responsável, junto com outras 4 pessoas, por toda produção na cozinha, inclusive pelas sobremesas e doces da fazenda.

Mas não é apenas a receita que faz este doce de leite ser o que ele é. A grande diferença é a forma de fazer. Além do amor e carinho para você guardar na memória os sabores e experiências vividas na fazenda, o doce de leite é feito num tacho enorme.

O tacho, então, é levado ao forno à lenha, onde fica por aproximadamente 8 horas (!) até chegar no ponto ideal de cozimento. E pronto, a partir daí é só saborear essa delícia de doce. Sabe aquela expressão “raspar o tacho”? Pois é, imagina só raspar esse tacho de doce de leite da fazenda, hmmm…

Vale dizer que todo processo de produção do nosso doce de leite é artesanal, desde a ordenha à cocção no fogão à lenha, e até o envase quando necessário. E, diariamente, são produzidos e consumidos em média 70 litros de doce de leite(!!). É bastante coisa, não?!

E, vamos combinar, depois de se divertir na trilha e nas cachoeiras e de relaxar na natureza, nada melhor do que saborear um almoço típico da roça e um doce de leite artesanal da fazenda, não é mesmo? É para repor as energias.

Toda produção  é consumida na fazenda…..  pra produção de doce, queijo, cachorradinha e outras receitas para visitantes e funcionários

Que tal levar esse gostinho contigo?

Melhor ainda: além de degustar nosso doce de leite como sobremesa à vontade no buffet, você pode presentear quem você gosta com a nossa iguaria, já que temos potes à venda na lojinha da fazenda.

O doce de leite artesanal também é usado em outros restaurantes da região, entre eles um dos mais tradicionais daqui, o Casa do João.  A La Crepierri também o utiliza como recheio para um de seus deliciosos crepes.

Tudo isso você encontra aqui em Bonito, onde sua viagem dos sonhos acontece!

Bion Consultoria Ambiental realiza visita técnica na Estância Mimosa Ecoturismo

A Estância Mimosa Ecoturismo, passeio de cachoeiras em Bonito (MS), recebeu nos dias 04 a 06 de março a visita técnica da Dra. Bióloga Vivian Baptista Maria, da Bion Consultoria Ambiental, empresa sediada no município.

A visita teve como objetivo identificar novas espécies para inserção de placas interpretativas, identificação de espécies para compor o viveiro de mudas do Grupo Rio da Prata, além de apresentar a flora e os tipos de fisionomias ocorrentes nestas áreas para a bióloga do atrativo, Nádia Pisetta.

No primeiro dia, a consultoria foi acompanhada pela bióloga Nádia Pisetta, e aconteceu na trilha inicial da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) e na trilha denominada “Bugio”. Já no segundo dia, Vivian contou também com a participação do guia de turismo Valdenir Souza, profissional que indicou características de flores e frutos que estiveram presentes em outras épocas do ano.

Neste trabalho de botânica, pude notar que a floresta estacional e a floresta estacional ribeirinha encontram-se conservadas, desempenhando os mais diversos papeis ecológicos e abrigando toda a biodiversidade local. Essa diversidade biológica, além do seu valor intrínseco às espécies, aqui consideradas não apenas como categoria taxonômica, mas como unidades portadoras de patrimônio genético, possui inestimável valor para a sobrevivência humana”, revelou Vivian Baptista.

No total foram analisados aproximadamente 65 exemplares dos quais 53 tem potencial para confecção de placa interpretativa.

A Dra. e Bióloga Vivian Baptista Maria, se mostrou muito satisfeita com a visita técnica no atrativo. “Estes dois dias foram bem gratificantes, pois tive a oportunidade de retornar após 10 anos dos levantamentos florísticos realizados no local, que compuseram o Plano de Manejo da RPPN Estância Mimosa”.

“Agradeço imensamente a oportunidade, e externo minha alegria em saber que os proprietários estação cada vez mais empenhados na busca do desenvolvimento das atividades sustentáveis, na disseminação do conhecimento e na educação ambiental”, concluiu.

Veja as fotos:

Dra.Vivian Baptista e a bióloga Nádia Pisetta.
Guia de turismo Valdenir ao lado de Nádia Pisetta e Dra. Vivian Baptista.

Estância Mimosa Ecoturismo X Covid-19

Diante do nosso compromisso social e do papel do ecoturismo, a Estância Mimosa Ecoturismo paralisa suas visitações a partir do dia 23 de março, por tempo indeterminado. Estamos conscientes do atual cenário que se alastra pelo Brasil e pelo mundo diante do COVID-19. Cuidem de si e dos outros, com muito respeito, permaneçam em casa na medida do possível. Assim faremos!

O momento é de prudência e sabemos que, quanto mais cedo agirmos, melhor para todos. Por isso, nessa hora, seguimos as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. Entendemos que o isolamento social é fundamental para evitar o contágio e proliferação do novo coronavírus.

Lembrem-se:

• Higienizem constantemente as mãos;
• Pratiquem o distanciamento social, principalmente em relação as pessoas do grupo de risco.
• Remarque suas viagens, não cancele! Isso ajuda as empresas, especialmente as pequenas, e a economia. Sua experiência incrível aqui em Bonito vai acontecer no futuro.

Estar ao lado e cuidar da natureza nos ensina muito. Praticar o ecoturismo só faz bem pra mente e pro corpo, aumenta a imunidade e nossa saúde como um todo.

E quando tudo passar, nós da Estância Mimosa Ecoturismo, do Grupo Rio da Prata, estaremos de volta, lado a lado da natureza! Enquanto isso, acompanhe os nossos conteúdos por aqui.

6 motivos que fazem da Estância Mimosa um dos melhores atrativos de ecoturismo em Bonito

Ouvir o som dos pássaros, sentir de perto a natureza, se refrescar em águas cristalinas, relaxar na rede e esquecer dos problemas. Já pensou experimentar tudo isso em apenas um dia? Não importa o seu perfil de turista, se está sozinho, viajando em casal, amigos ou com a família, a Estância Mimosa Ecoturismo é pra todo tipo de turista. Para comprovar, colocamos 6 motivos que fazem dela um dos melhores atrativos em Bonito-MS.

1- Conexão de verdade com a natureza

Se você quer uma integração de verdade com a natureza e a vida ao ar livre, a antiga fazenda que virou receptivo turístico possui 80% de sua extensão de florestas naturais e morros típicos da morraria da Serra da Bodoquena. E é entre a mata ciliar do Rio Mimoso, por exemplo, que se chega ao total de 10 cachoeiras, uma mais bela que a outra, com 9 paradas para banho e piscinas naturais, além de pequenas grutas.

Através de uma trilha contemplativa e interpretativa, crianças, casais, famílias e quem gosta de se aventurar sozinho pela natureza podem se deparar com aves típicas da região e outros animais. Para se ter ideia, mais de 250 aves já foram registradas, cativante para os passarinheiros de plantão fazerem seus cliques, além de mais de 30 mamíferos observados!

Além disso, também tem o passeio a cavalo, pra quem quer uma interação ainda maior com a natureza. Seja para crianças ou adultos, a atividade é relaxante e completamente segura, e você ainda pode ouvir histórias da região e da cultura pantaneira.

Isso que é sintonia com natureza! E que acontece muito por ser o único atrativo de ecoturismo em Bonito que possui passeio de trilha e cachoeiras dentro de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN).

2- É totalmente seguro

Segurança é palavra-chave no ecoturismo e está presente em toda nossa operação, em todas atividades. Não à toa, a Estância Mimosa foi o primeiro atrativo de Bonito-MS que recebeu uma certificação ISO na modalidade caminhada e banho de cachoeiras, a Norma NBR ISO 21.101.

Ela basicamente estabelece os requisitos mínimos para prestar serviços e promover experiências de turismo de aventura. Isso significa que você pode se aventurar e curtir a natureza tranquilamente!

3- Experiência enriquecedora com guias capacitados

A condução dos grupos de turistas fica por conta da nossa equipe de guias capacitados, que além de deixarem sua experiência mais segura, a torna ainda mais enriquecedora. Como são locais e conhecem muito bem a região, passam muitas informações, desde a geografia local e cultura, até sobre a fauna e flora encontradas na fazenda.

Além disso, eles trabalham também para difundir a sensibilização ambiental, de como se portar numa trilha e ser um turista consciente. Porque ecoturismo também é conhecimento, certo?

4- Dá para fazer em um dia apenas

Quem está com a agenda apertada e tem poucos dias para fazer ecoturismo em Bonito, não precisa se preocupar com o tempo. A Estância Mimosa é um passeio de um dia, então dá pra encaixar na sua programação tranquilamente.

A duração do passeio de ecoturismo é de aproximadamente 4 horas, dependendo do ritmo do grupo e do tempo de permanência nas cachoeiras, piscinas naturais e decks de contemplação.

Passeio de trilha e banho de cachoeira pela manhã. Na sequência um delicioso almoço típico da roça e uma cavalgada ao pôr do sol, que tal? Tudo isso você pode fazer em apenas um dia, que com certeza será inesquecível, cheio de experiências!

5- É bom o ano todo!

Tem muito destino e atrativo de ecoturismo em Bonito e no Brasil inteiro que tem as melhores épocas para visitar, né? E é aí que a Estância Mimosa também é diferente, porque aqui você pode vir o ano inteiro, em qualquer época. Tem tanta coisa gostosa pra fazer que você vai se arrepender só se não vier mesmo.

6- Tem comida da roça e um redário pra você relaxar

Depois de uma manhã cheia de atividades em meio à natureza, é mais do que merecido comer bem e de forma saudável, não é mesmo? Aqui você encontra um almoço típico da roça, com receitas regionais e folhas e verduras vindas diretamente da fazenda, da nossa horta orgânica para o seu prato.

Depois, uma degustação de doces também da fazenda, com destaque para o nosso doce de leite cremoso e delicioso, completamente artesanal. Que delícia! Ah…após tudo isso, nada melhor do que deitar na rede e tirar uma pestana pra relaxar e guardar na mente cada experiência, hein?!

Há motivos de sobra para você conhecer a Estância Mimosa, em qualquer dia, quando vier fazer ecoturismo em Bonito, seja sozinho, com os amigos, namorado(a) ou em família. A fazenda está localizada está a 24 km do centro de Bonito, sendo 18 km asfaltado pela estrada MS 178 e 6 km de estrada interna cascalhada.

Atrativos do Grupo Rio da Prata são destaques na Revista Viaje Mais

A Revista Viaje Mais traz em sua edição nº 225 reportagem especial sobre o destino de ecoturismo brasileiro, Bonito, no Mato Grosso do Sul.

Escrita e ilustrada pelo jornalista Tales Azzi, o texto intitulado “Bonito – Banho de Natureza”, se inicia com a história da Fazenda Rincão Bonito que fora transformada no destino sustentável conhecido internacionalmente por seus rios, nascentes, cachoeiras e cavernas de águas cristalinas e por uma natureza inigualável.

Seus rios de águas absurdamente transparentes têm tantos peixes que mais parecem imensos aquários, e com você dentro deles. A preservação é tanta que os peixes nem tem medo das pessoas e nadam tranquilamente ao redor” , revela trecho da matéria.

O sistema turístico de Bonito Voucher Único (guia de entrada nos atrativos), fornecido apenas pelas agências de turismo também é citado no texto. “Todos os passeios são feitos de forma muito organizada. Tem sido assim desde os anos 1990 para evitar que o fluxo massivo de visitantes pudesse prejudicar o frágil ecossistema local. Bonito implantou um sistema de turismo sustentável que virou referência internacional”.

Aquário Natural, Abismo Anhumas, Recanto Ecológico Rio da Prata, Estância Mimosa Ecoturismo, Lagoa Misteriosa, Boca da Onça, Gruta do Lago Azul, Rio Sucuri, Bote no Rio Formoso e boia-cross, Rio do Peixe, Nascente Azul, Grutas de São Miguel, Balneários e Buraco das Araras são os atrativos divulgados na publicação. Veja abaixo alguns trechos:

Recanto Ecológico Rio da Prata
Durante quase duas horas, turistas brincam de flutuar num rio de águas cristalinas com muitas espécies de peixes passando bem na sua frente.É um desfile de piraputangas, pacus e dourados ao longo de todo o trajeto…”.

Lagoa Misteriosa
Quem olha a Lagoa Misteriosa do lado de fora não faz ideia de sua imensidão e profundidade. O visual é incrível…A transparência da água é tanta que é possível ver árvores caídas e imensas pedras no funda da lagoa a mais de 100 metros de profundidade…A Lagoa Misteriosa fica próxima ao Rio da Prata e pode ser combinada no mesmo dia de passeio”.

Estância Mimosa Ecoturismo
“A bucólica fazenda é cortada pelo Rio Mimoso e tem um percurso de trilhas que levam a uma série de cachoeiras. Rende um dia bem tranquilo, entre caminhadas leves na mata e banhos de cachoeiras”.

Mais informações sobre a matéria: www.europadigital.com.br

Diretora do Grupo Rio da Prata recebe Troféu Celina Jallad

Por proposição do presidente Paulo Corrêa (PSDB), a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) realizou na última terça-feira (10), em Campo Grande (MS), a cerimônia de entrega do Troféu Celina Jallad para homenagear mulheres que atuam em vários segmentos da sociedade e possuem a trajetória pautada no desejo de construir um Estado melhor para se viver.

Ao todo, 24 mulheres representando as sul-mato-grossenses, receberam o troféu instituído pela Resolução 3/2011, em homenagem à deputada estadual e primeira mulher a fazer parte do grupo de conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MS), falecida em 28 de fevereiro de 2011.

Simone Spengler Coelho, sócia-proprietária do Grupo Rio da Prata, no qual fazem parte os atrativos Estância Mimosa Ecoturismo, Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa, localizados em Bonito e Jardim (MS), foi homenageada pelo deputado e presidente da Casa de Leis, Paulo Corrêa (PSDB).

Simone Spengler Coelho (centro) ao lado de Adriana Corrêa e do Presidente da Assembleia Legislativa de MS, Paulo Corrêa. Foto: Luciana Nassar/ ALEMS

É uma grande honra receber o Troféu Celina Jallad, um prêmio muito importante para o reconhecimento das mulheres sul-mato-grossenses. Quero agradecer ao Presidente da Assembleia, o Deputado Paulo Corrêa pela indicação. São 25 anos dedicados ao ecoturismo, um trabalho feito com muito amor, respeito, paixão e cuidado pela natureza. Quero compartilhar essa homenagem com a minha família e as mulheres da nossa equipe. Gratidão”.

Os atrativos turísticos do Grupo Rio da Prata são resultados de um projeto familiar que colocou em prática a capacidade de empreender e inovar, com o propósito de criar um modelo de ecoturismo organizado com visitação limitada, focado em qualidade e segurança, e viável economicamente.

Contribui com 60 empregos diretos e cerca de 200 indiretos, como os guias de turismo, agências de turismo locais, hotéis, restaurantes, motoristas de taxi e vans, operadoras de mergulho e comércio.

Vencedor de diversos prêmios por sua atuação no ecoturismo, conservação ambiental, responsabilidade social e desenvolvimento da comunidade, entre eles, finalista no prêmio “Tourism for Tomorrow Award 2019” do WTTC (World Travel & Tourism Council), na categoria Destination Stewardship; Prêmio Nacional do Turismo 2019, promovido pelo Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional de Turismo (CNT) e Prêmio Braztoa de Sustentabilidade, promovido pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo.

Além de Simone Spengler Coelho, foram homenageadas Adriana Bellei, Amanda Cristine Balancieri Iunes, Carla Fernandes Lago Zaher, Bruna Oliveira, Dharleng Campos de Oliveira, Eliana Izabel Regasso de Souza, Elizabeth Anache, Erika Karla Barros da Costa, Eudirce Isabel dos Reis Fiorese, Fátima Pereira de Souza, Filomena Aparecida Fluminhan, Gedália Ferreira de Ávila, Geyse Castro Ortega, Giselle Marques de Araújo, Jhossina Velasquez Chacon, Lauane Andrekowisk Volpe Camargo, Liz Danielli Derzi Wasilewski de Matos Oliveira, Maria Emilia Ramalho Sulzer, Maria José Martins Maldonado, Neca Chaves Bumlai, Marilia de Brito Martins, Noemi Mendes Siqueira Ferrigolo e Vanessa Moreira de Araujo.

Sobre o Prêmio

O troféu Celina Jallad, instituído pela Resolução 03/2011, é conferido anualmente às mulheres com reconhecida atuação no Estado. Celina Jallad deixou um legado de respeito e dedicação à todas as mulheres do Estado. Foi a terceira mulher a assumir um mandato no Legislativo Estadual e a primeira mulher a ocupar o cargo de conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE/MS). Com carisma, simpatia e exercício de liderança com integridade e humildade em seus mandatos, a ex-deputada desbravou caminhos, defendendo sempre a igualdade social e a igualdade de gênero.

Foto: Luciana Nassar/ ALEMS.

Ecoturismo com alimentação saudável, uma combinação que você vai amar (e vai querer repetir)

Imagine só se, depois de um dia inteiro em contato com a natureza, fazendo trilha, contemplando a fauna e flora, passeando a cavalo e mergulhando nas cachoeiras, você pudesse ter uma outra experiência com a gastronomia local de uma região. Aqui na Estância Mimosa, a alimentação saudável faz parte do seu roteiro e da sua experiência. E você vai se deliciar com as cores, aromas e sabores que chegam até a nossa mesa.

Oferecer uma alimentação saudável e de qualidade é uma das missões do nosso atrativo. O que queremos é também levar aos turistas um pouco da identidade sul-mato-grossense, que vem da gastronomia local.

E muito do que chega ao seu prato, vem daqui mesmo, da nossa fazenda, sabia? As folhas verdes da salada, flores comestíveis e ervas aromáticas servidas no buffet são colhidas frescas, todos os dias, na nossa horta orgânica, projeto que NÃO utiliza agrotóxicos ou defensivos químicos. Tudo pra você sentir o sabor da roça, fresquinho, direto da terra.

Vale lembrar que todos os alimentos não consumidos durante um dia são destinados à alimentação das galinhas e suínos, mantendo um ciclo de alimentação com o mínimo de desperdício possível.

Alimentação saudável com gostinho da fazenda, feito no forno a lenha

Os pratos regionais, típicos da roça, servidos no almoço, aquecem a alma e conquistam os turistas, seja na refeição principal ou na sobremesa. Quer ver só?

Que tal, por exemplo, um delicioso arroz carreteiro com carne ao molho pantaneiro? Ou então uma sopa paraguaia? Talvez um pouco de feijão com linguiça para repor as energias? Hmmm…

São algumas das deliciosas opções que fazem parte da gastronomia local e do dia a dia dos pantaneiros, e vale a pena você degustar um pouco de cada prato disponível no bufffet. Ainda mais quando feito no fogão a lenha, fica ainda mais com aquele gostinho de fazenda, não é mesmo?

Ah! Vale lembrar que é bom você deixar um espaço para a sobremesa…

Pra você se deliciar com uma guloseima pós almoço, opções também não faltam. Como doces de frutas típicas da região, arroz doce e queijo fresco direto da nossa fazenda. Além do nosso já mundialmente conhecido, o tradicional doce de leite da Estância Mimosa – preparado artesanalmente com leite produzido pelo próprio gado da fazenda e que permanece de 8 a 10 horas no fogo até ficar naquele ponto ideal para consumo, e que dá água na boca!

Projeto Horta Orgânica

O produto orgânico promove uma alimentação saudável e leve e, aqui na Estância Mimosa, provém de um sistema de cultivo que observa e se adequa às leis da natureza. Além disso, todo o manejo agrícola está baseado no respeito ao meio ambiente, assim como todas as atividades turísticas executadas no atrativo.

Da nossa horta vem todo o verde que chega ao seu prato, como as folhas verdes e hortaliças. Nela, então, são cultivados o almeirão, a cebolinha, coentro, manjericão, alho-poró, alecrim, e até flores comestíveis que embelezam os pratos e alimentam. Além disso, recentemente recebemos novas mudas de couve, repolho, abóbora, tomate, alface crespa e americana para aumentar ainda mais as opções saudáveis e frescas.

Agora só falta você vir nos visitar para saborear as delícias típicas da roça, com direito a uma alimentação saudável e curtindo um dia inteiro em meio a natureza. Para saber como fazer uma reserva, acesse: http://bit.ly/2Tl6zjq.