Parceria entre Estância Mimosa Ecoturismo e Instituto Arara Azul completa 1 ano

Em setembro de 2019, a Estância Mimosa Ecoturismo, passeio de cachoeiras em Bonito (MS), iniciou a parceria com o Instituto Arara Azul e, por meio dela, 10 ninhos artificiais foram instalados em diferentes locais.

O objetivo da parceria é de que os ninhos sejam utilizados como abrigo tanto para as araras azuis (Anodorhynchus hyacinthinus), bem como de outras como a arara-vermelha e a arara-canindé, além de auxiliar na reprodução das espécies.

Na ocasião, 4 ninhos foram instalados na área da Estância Mimosa e também às margens da Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN. Em outubro foram instalados mais 4 e em novembro de 2019, mais 2 ninhos.

O Instituto Arara Azul compartilhou um relatório sobre as ações e resultados em 1 ano de parceria. Entre os ninhos instalados, destaca-se o “Ninho 2322”, o mais explorado pelas araras azuis no atrativo. “As aves foram fotografadas várias vezes, entrando e saindo do ninho. Entretanto, neste período reprodutivo ainda não ocuparam o local para se reproduzir, mas foi um bom sinal de que as araras da região já encontraram os ninhos e, possivelmente, em anos posteriores poderão ocupar algumas das caixas instaladas”.

Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade do Grupo Rio da Prata, revela a satisfação em somar esforços em prol da natureza. “Ficamos emocionados quando vemos um trabalho tão difícil e de longo prazo como este do Instituto Arara Azul e do Instituto Arte do Fazer, ações realmente feitas com carinho, amor e dedicação para com uma espécie tão magnífica como a Arara Azul. E o mais legal é ver que os frutos foram colhidos e continuarão sendo. A Estância Mimosa tem registrado aparições de Arara azul, e elas já estão aprendendo a usar os ninhos artificiais. Ficamos muito satisfeitos em contribuir com a natureza, este é o propósito do nosso ecoturismo. Ajudar a natureza a ficar cada vez mais forte e bonita”.

Thyago Sabino, gerente do atrativo, celebra também a parceria. “Quando fomos atrás do projeto, visando a parceria, tínhamos como objetivo de que a Estância Mimosa também fosse uma residência permanente dessas espécies, das araras em específico. Nossa ideia era oferecer condição ideal no ambiente. Depois de instalados os ninhos, com quase 1 ano de monitoramento, concluímos que estávamos certos a respeito de tudo que pensávamos: a Estância Mimosa é uma área com grande potencial para que essas espécies vivam bem”.

Além da Estância Mimosa, o Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, integrantes do Grupo Rio da Prata localizados em Jardim (MS), mantém a parceria com o projeto Arara Azul, desde fevereiro de 2012 quando foram instalados os primeiros ninhos artificiais nas dependências das fazendas.

Turista consciente: 5 dicas de viagem segura para você e sua família

Você já ouviu falar em turismo consciente? É uma prática que tem muito a ver com a sua relação como turista consciente com o destino que você visita. São valores que respeitam a comunidade local, a natureza e só traz benefícios para você e para a região. Já parou para pensar sobre isso? Por vezes são pequenas atitudes que fazem toda a diferença.

Nesse período de distanciamento social, viaje com ainda mais consciência para a sua segurança, da sua família e da sociedade. Para tal, listamos a seguir algumas dicas – incluindo ações especiais para esse período de pandemia.

1 – Estude sobre o seu destino

Uma das partes mais gostosas de fazer uma viagem é se planejar e saber mais sobre o seu destino! É claro que melhor ainda é conhecer tudo pessoalmente, mas ter informações sobre o lugar para onde você vai te deixa preparado sobre a cultura local, sobre o que encontrar, os atrativos mais incríveis pra conhecer, o que levar na mala, etc.

Bonito-MS, por exemplo, é a capital do ecoturismo no Brasil, local perfeito para os amantes de natureza. Por aqui, os atrativos passaram um período fechados por conta do novo coronavírus, mas agora adotaram medidas preventivas para funcionarem de novo. A Estância Mimosa Ecoturismo, passeio de cachoeiras,  foi certificada internacionalmente com o selo Safe Travel.

2 – Respeite a comunidade e invista em serviços locais

Essa pesquisa que falamos acima tem muito a ver com formas de garantir a sustentabilidade econômica da comunidade. Assim, dê preferência para negócios locais que contribuem com a população da região. Isso vai desde a hospedagem que escolhe, ao guia que te acompanha nos passeios e até mesmo a sorveteria, por exemplo. Do maior ao menor empreendedor. Seu investimento faz toda a diferença para essas pessoas.

Nesse período de pandemia, também é importante que você fique muito atento para não ser um agente de transmissão, ainda mais vindo de outra cidade. Use máscara, higienize constantemente as mãos e fique atento às regras locais do destino escolhido e de cada atrativo, seja ele público ou privado. Seja um turista consciente!

3 – Valorize tradições e costumes da região

Nada de impor os seus costumes quando for viajar! Imagine alguém de fora chegando em sua casa e dizendo como as coisas devem ser. Absurdo, não é mesmo? Por isso, uma das atitudes mais importantes do turista consciente é o respeito e a valorização da cultura local, bem como de seus patrimônios.

4 – Pratique atividades turísticas de impacto positivo

Tire da lista atividades, destinos e atrativos que pratiquem ou que possam ter impacto ambiental negativo. A sua atitude como turista faz a diferença pela conservação da natureza. Assim, escolha lugares que valorizem essa relação e que já entenderam que um precisa do outro e que é possível viajar de maneira sustentável.

5 – Fique atento ao que você consome

Da mesma forma que nos atentamos às práticas alheias sobre sustentabilidade é importante nos atentarmos às nossas próprias práticas. Que tal, por exemplo, carregar a sua própria garrafinha ou copo reutilizável? Assim você pode reabastecer com água potável sempre que houver um bebedouro disponível, sem precisar utilizar uma garrafa plástica descartável. Essa dica funciona ainda mais nesse período, já que a orientação é não compartilhar utensílios com outras pessoas.

Você pode ainda (e deve, dependendo do seu destino), ter sempre um saquinho disponível para carregar consigo o possível lixo gerado na sua visita, pro caso de um lanchinho, casca de fruta etc.

Que outras atitudes você indicaria?

Esperamos que você tenha gostado dessas dicas e, mais do que tudo, pratique-as como turista consciente em sua próxima viagem! Muitos desses valores têm tudo a ver com a Estância Mimosa Ecoturismo. Por isso, se você se identificou, venha nos fazer uma visita.

Foto: Daniel de Granville

Estância Mimosa está aberta para visitação turística

A Estância Mimosa Ecoturismo, passeio de cachoeiras em Bonito (MS), retomou as atividades turísticas no dia 01 de julho. Todas as medidas de prevenção ao novo coronavírus são aplicadas, para garantir a segurança de visitantes e colaboradores.

Entre as ações estão a intensificação da higienização dos ambientes e equipamentos, medição de temperatura dos visitantes, uso de máscara facial, horário agendado e grupos de tamanho reduzido e distanciamento social.

Os passeios no atrativo acontece todos os dias. O número de vagas foi reduzido, obedecendo às recomendações das autoridades de saúde. Cada grupo será formado por nove vistantes e será acompanhado por um guia de turismo

Estar em contato com a natureza é essencial para a saúde humana, em especial em um momento como este. Além de todos os benefícios que oferece, como ar puro, águas cristalinas e paisagens exuberantes, proporciona relaxamento e inspirações para a vida. Vale ressaltar que todos os ambientes e atividades oferecidas pela Estância Mimosa acontecem ao ar livre.

O roteiro do passeio de cachoeiras é o mesmo de antes da suspensão das atividades, com aproximadamente 4 horas de duração, incluindo caminhada em trilha pela mata ciliar do Rio Mimoso, observando as aves, diferentes espécies de animais além de uma vasta variedade de árvores. São 10 cachoeiras de tamanhos e formas variadas com ótimos locais para banho em piscinas naturais e uma plataforma de salto.

As medidas preventivas para a visita no atrativo inclui:

• O uso de máscaras é obrigatório. Recomendamos que os visitantes tragam suas próprias máscaras, preferencialmente mais de uma unidade, caso suje ou molhe.

• Distanciamento social: padronização de uma distância segura entre as pessoas, de no mínimo 1,5 metros.

• Higienização e EPIs: Higienização de todas as superfícies de contato manual com álcool 70% ou desinfetante clorado e de todos os equipamentos usados por visitantes. Fornecimento de álcool 70% em gel para uso de visitantes e guias de turismo. Fornecimento de equipamentos de proteção individual para colaboradores e exigir uso por visitantes quando necessário.

• Identificação de pessoas com suspeita: Medição de temperatura corporal e entrevista sobre sintomas visando identificar pessoas portadoras de sintomas da COVID-19. Caso seja identificado pessoas com sintomas, após a realização dos procedimentos realizados no atrativo, os mesmos serão encaminhados para diagnóstico adequado e isolamento.

Além do passeio de trilha e cachoeiras, a Estância Mimosa Ecoturismo oferece atividades opcionais como passeio a cavalo e observação de aves.

As reservas para o passeio são feitas pelas agências de turismo da região. Para mais informações entre em contato pelo Whatsapp (67) 99616-3082 ou acesse o site: www.estanciamimosa.eco.br.

Mora em Bonito e região? 3 razões pra desfrutar do polo de ecoturismo mais famoso do Brasil

Bodoquena, Miranda, Aquidauana, Nioaque, Guia Lopes da Laguna, Jardim e Porto Murtinho são algumas das cidades que fazem divisa com Bonito, o polo de ecoturismo mais famoso do Brasil, no Mato Grosso do Sul. Campo Grande, a capital do estado, fica a pouco menos de 300km.

Assim, se você mora na região, essa é uma ótima oportunidade para prestigiar o turismo local, se precisar deixar a cabeça mais leve, sem ter de ir muito longe. Listamos a seguir três razões para curtir a vida por aqui.

Destino segue protocolos de biossegurança

Bonito foi um dos primeiros destinos do Brasil a implantar protocolos de biossegurança para voltar à operação nesse momento de pandemia pelo novo coronavírus. Aqui na Estância Mimosa Ecoturismo, recebemos o selo Safe Travels, especialmente desenvolvido para que os viajantes reconheçam empresas e governos que adotaram protocolos globais de saúde e higiene ao redor do mundo.

Assim, você pode viver a experiência de uma “Viagem Segura”!

Viagens locais são a nova tendência (pelo menos por enquanto)

Simplicidade, viagens curtas, segurança e o turismo familiar são as principais tendências para os próximos quatro anos – aponta o futurologista Ian Yeoman, que é também professor na Victoria University of Wellington, na Nova Zelândia. Além disso, o “novo turista” está cada vez mais preocupado com a natureza e com a saúde. A cara do polo de ecoturismo mais famoso do Brasil, Bonito-MS, não é mesmo?

Estar ao ar livre faz bem

É indiscutível que estar em meio à natureza, respirar ar puro, caminhar e ouvir o canto dos pássaros – além de dar um mergulho refrescante – fazem mais do que bem pro corpo e para a alma. A gente sente na pele! Mas tem estudos que comprovam esses benefícios, inclusive nesse período de distanciamento social.

O nosso último texto aqui no blog fala em detalhes sobre como pode te fazer bem estar ao ar livre, tanto para a saúde física quanto para a saúde mental. Citamos ainda o fato de que o risco de contaminação pelo novo coronavírus é muito menor em ambientes abertos. Mais uma razão para curtir com tranquilidade, seguindo todos os protocolos.

Aqui na Estância Mimosa Ecoturismo a gente garante fazer da sua viagem a melhor possível!

As reservas para o passeio são feitas pelas agências de turismo da região. Para mais informações entre em contato pelo Whatsapp (67 99616-3082) ou acesse o site: www.estanciamimosa.eco.br.

Passeios na Estância Mimosa retornam em julho

Está chegando a hora de matar a saudade da Estância Mimosa Ecoturismo e se encantar novamente com a natureza: é dia 1º de julho!

A Prefeitura de Bonito (MS) aprovou nesta semana o protocolo de biossegurança entregue pela ATRATUR (Associação dos Atrativos Turísticos de Bonito e Região), com as orientações para reabertura dos atrativos turísticos, prevista oficialmente para 1º de julho.

Confira a matéria completa, sobre a reabertura dos atrativos turísticos e saiba mais: https://bit.ly/2YLHHmO

Nossa preocupação é a sua total segurança, como sempre foi. Por isso, algumas exigências para ter o selo “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”, lançado pelo Ministério do Turismo, são:.

  • distanciamento social;
  • restrição de público;
  • higienização;
  • controle de acesso de visitantes



Banho de cachoeira em Bonito? Só se for em segurança!

Segurança é a palavra-chave quando você está viajando em busca de experiências na natureza. E aqui na Estância Mimosa Ecoturismo é assunto sério, levado à risca. Tanto, que ainda em 2011, a RPPN se tornou o primeiro atrativo a receber uma certificação ISO nas modalidades caminhada e banho de cachoeira em Bonito-MS. Mas sabe o que isso significa para você, turista?

“Toda atividade em meio a natureza oferece riscos, e é impossível controlar todos eles. Contudo podemos diminuir os mesmos através de procedimentos preventivos. A auditoria da ABNT certifica anualmente a importância que damos ao ecoturismo de qualidade proporcionando ao visitante a maior segurança possível”, explica o gerente da Estância Mimosa Thyago Sabino.

Como isso impacta o turista?

Na prática, receber essa certificação comprova o nosso compromisso com o seu bem-estar, seu conforto e sua experiência aqui com a gente, com máxima qualidade dos produtos e serviços prestados nas atividades em meio à natureza.

Através do nosso Sistema de Gestão de Segurança (SGS), aplicamos a Norma NBR ISO 21.101. Ela basicamente estabelece os requisitos mínimos para prestar serviços e promover experiências de turismo de aventura com segurança. Significa que você pode se aventurar e curtir a natureza tranquilamente!

Isso vai desde o treinamento da equipe, e guias, as placas de sinalização na trilha, até equipamentos para cada atividade, como boias ou coletes para o seu banho de cachoeira em Bonito. Alguns detalhes importantes que fazem toda a diferença para fazer da sua vivência a melhor experiência possível.

Resumindo, o SGS é uma cultura de boas práticas que busca minimizar os riscos das atividades em ambientes naturais, através de quatro ações principais:

1 – Tornar os visitantes conscientes dos riscos envolvidos nas atividades na natureza;

2 – Inventariar, analisar e minimizar os riscos da operação turística, aumentando a segurança do visitante;

3 – Organizar os procedimentos de tratamento e atendimento de emergências.

4 – Capacitar anualmente os colaboradores e guias em primeiros socorros e atendimento a emergências.

Como a Estância Mimosa Ecoturismo conquistou a certificação

Uma das missões de sustentabilidade da Estância Mimosa é promover a conduta consciente em ambientes naturais, por meio da prática da atividade turística de baixo impacto ambiental, assim como de práticas consagradas de segurança no turismo de aventura.

Assim, em 2008, o atrativo iniciou a sua participação no programa Aventura Segura da ABETA (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura), em parceria com SEBRAE e Ministério do Turismo 2008 e 2010. Através do programa, a Estância Mimosa realizou a implantação do seu Sistema de Gestão de Segurança, o qual consiste em uma série de documentos, ações e procedimentos que visam prevenir a ocorrência de acidentes nas atividades de ecoturismo.

Então, em 2010, este sistema recebeu a auditoria da ABNT Certificadora, que resultou na certificação do sistema, comprovando que ele atende aos requisitos das normas da ABNT ISO 21101 e normas relacionadas às atividades. Desde então, a Estância Mimosa mantém esta certificação através de auditorias anuais realizadas por um auditor externo.

“Somos privilegiados, pois trabalhamos em uma empresa que é a 1ª a obter a certificação em caminhada e banho de cachoeira em Bonito, considerado um dos melhores destinos de ecoturismo do país. Isso mostra o empenho de toda a equipe e diretoria, que ao longo do tempo vem se aprimorando para atender todas as exigências do sistema”, completa Thyago.

Viu só como tem gente que se preocupa com você? Logo podemos viver juntos os melhores momentos da vida ao ar livre! Até breve!

Grupo Rio da Prata é finalista no Prêmio da WTTC

O World Travel & Tourism Council anunciou no dia 15 de janeiro os finalistas para o prêmio 2019 Tourism for Tomorrow Awards (Prêmio Turismo para o Amanhã), um dos maiores reconhecimentos no ramo do turismo mundial.

O Grupo Rio da Prata é um dos finalistas na Categoria Destinations Stewardship Award, voltado para organizações líderes que ajudam no desenvolvimento sustentável do destino, beneficiando seus moradores e visitantes.

Integram o Grupo Rio da Prata o Recanto Ecológico Rio da Prata, Lagoa Misteriosa, ambos localizados em Jardim (MS) e a Estância Mimosa, em Bonito (MS), atrativos turísticos resultados de um projeto familiar que colocou em prática a capacidade de empreender e inovar, com o propósito de criar um modelo de ecoturismo organizado com visitação limitada, focado em qualidade e segurança, e viável economicamente.

O Grupo Rio da Prata concorre ao lado do Masungi Georeserve, nas Filipinas e do St. Kitts Sustainable Destination Council, na Ilha de São Cristóvão, no Mar do Caribe.

Gloria Guevara, Presidente e CEO da WTTC, revela que “os Prêmios de Turismo para Amanhã deste ano destacam as organizações que lideram o caminho das Viagens & Turismo sustentáveis. Eles refletem as Prioridades Estratégicas de Ação Climática, Administração do Destino, Futuro do Trabalho e Responsabilidade Social do WTTC”.

Os vencedores do Prêmio Tourism for Tomorrow 2019 serão anunciados durante a cerimônia de premiação na 19ª Cúpula Mundial do WTTC em Sevilha, Espanha, de 2 a 4 de abril de 2019.

Veja abaixo os finalistas:

https://www.wttc.org/tourism-for-tomorrow-awards/winners-and-finalists/winners-and-finalists-2019

Atrativos de Bonito e Jardim são temas de palestra Campo Grande

A AMCHAM Brasil Campo Grande (MS) promoveu para empreendedores no dia 23 de janeiro o evento “Santo da Casa”, no espaço gourmet da Plaenge, na AV. Mato Grosso, na capital de Mato Grosso do Sul.

Simone Coelho, proprietária do Grupo Rio da Prata, foi uma das convidadas para o evento e apresentou palestra sobre a história dos passeios de ecoturismo Estância Mimosa, Lagoa Misteriosa e Recanto Ecológico Rio da Prata e sobre a conquista em ser finalista do Prêmio 2019 Tourism for Tomorrow Awards (Prêmio Turismo para o Amanhã), um dos maiores reconhecimentos no ramo do turismo mundial.

Ao final da apresentação, sorteou três doces de leite, tradicional sobremesa preparada artesanalmente nos passeios de ecoturismo.

Cachoeira da Estância Mimosa ilustra matéria no Expedia

O portal Expedia divulgou recentemente a reportagem “10 lugares que você deve conhecer no Brasil em 2019”.

“Nas resoluções para 2019, é hora de colocar no papel e começar a planejar-se para viajar aos melhores destinos que ainda não tenha desbravado pelo Brasil”, ressalta a matéria.

Entre as 10 sugestões, está o destino de ecoturismo brasileiro, Bonito (MS).

Sobre a região, o texto diz:

Como é bonito ir a Bonito! Poucos lugares no Brasil apresentam atrações naturais de tirar tanto o fôlego quanto este município sul-mato-grossense. Um exemplo é o Rio de Prata, com sua água transparente, que lhe permite mergulhar entre os peixes com visibilidade quase que total. A flutuação, que tem sido cada vez mais buscada pelos turistas, também pode ser feita no Aquário Natural, em uma experiência que certamente marcará seu 2019. As Grutas do Lago Azul e de São Miguel podem ser visitadas em um só dia, e também são boas opções. Vale ressaltar que os meses de dezembro a fevereiro são os mais chuvosos, o que aumenta o volume de água e a busca pelas atrações.

Cachoeira da Estância Mimosa Ecoturismo ilustra o texto acima.

Além de Bonito, estão na lista: Brasília (DF), Barreirinhas (MA), Campos do Jordão (SP), Natal (RN), Arraial do Cabo (RJ), Visconde de Mauá (RJ), Ouro Preto (MG), João Pessoa (PB) e Governador Celso Ramos (SC).

Veja a matéria na íntegra no site: https://bit.ly/2B08SyO

MISS MS realiza ensaio fotográfico na Estância Mimosa

A Estância Mimosa Ecoturismo recebeu no dia 23 de janeiro a visita da Miss Mato Grosso do Sul, Priscilla Vacchiano e equipe. As cachoeiras do atrativo foram cenários para o ensaio fotográfico da jovem para o Miss Brasil Be Emotion 2019. Confira o que ela disse sobre a experiência: