Grupo Rio da Prata promove curso sobre segurança com colaboradores dos atrativos e guias de turismo de Bonito e região

O Grupo Rio da Prata, no qual fazem parte o Recanto Ecológico Rio da Prata, Lagoa Misteriosa e a Estância Mimosa, passeios de ecoturismo em Jardim e Bonito (MS), realizou entre os dias 21 a 26 de março cursos sobre segurança. Foram eles: Curso de Noções de Primeiro Socorros, Salvamento Aquático e Brigada de Incêndio.

A capacitação, realizada anualmente, é uma das exigências dos Sistemas de Gestão de Segurança* e foi ministrada por Ênio Conturbia, enfermeiro e Tenente do Corpo de Bombeiro Militar do MS; Jaqueline Arruda, enfermeira e Sargento do Corpo de Bombeiro Militar do MS, integrantes da Attack, empresa de consultoria e treinamentos em emergência. Participaram os colaboradores dos atrativos e também de guias de turismo da região.

Foram realizadas aulas teóricas e práticas, além de provas de salvamento aquático e simulados de acidentes durante o percurso em terra e na água.

Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade dos atrativos, revela sobre a importância do curso. “Temos um compromisso sério com a segurança dos nossos visitantes. Compromisso que é demonstrado através dos nossos mais de 10 anos de SGS certificado. Observamos que com monitoramento diário, procedimentos, equipamentos e supervisão adequada é sim possível trabalhar com um número mínimo de acidentes e incidentes. E este é o nosso objetivo, afinal nossos visitantes querem uma experiência agradável na natureza”.

Para Valdenir de Souza, Gerente da Estância Mimosa, “os treinamentos e a familiarização por parte da equipe com os equipamentos de segurança existentes no atrativo tornam o curso muito mais proveitoso e eficaz. Os simulados, realizados na sede e no percurso do passeio dentro da RPPN – Reserva Particular do Patrimônio Natural -, mostram a realidade de atendimento durante uma emergência, onde são monitorados desempenho e realizado feedback. Assim, toda a organização fica preparada para ocorrências de emergência, para o atrativo e consequentemente para a sociedade, já que são conhecimentos que podem serem aplicados em qualquer lugar onde estivermos”.

Veja abaixo alguns momentos do curso na Estância Mimosa:

Curso de Primeiros Socorros.
Curso de noções de salvamento aquático.
Prática de salvamento aquático.
Preparação para o simulado de imobilização, remoção e transporte de acidentados.
Simulado de remoção de acidentado.
Simulado de remoção de acidentado.

No Recanto Ecológico Rio da Prata, o curso básico de Salvamento Aquático, além da presença do instrutor Ênio Conturbia, teve a participação da equipe de monitores do atrativo, da equipe da Jarim Sub – responsável pela operação de mergulho com cilindro no atrativo, e também da particpação da guia de turismo, Maria Senir.

“Treinar a equipe para agir em situações de emergência é primordial para nossa operação turística. Ter uma pessoa técnica e carismática como Ênio ministrando curso faz equipe absorver ao máximo todas as informações repassadas”, disse Teódison Gonçalves, gerente do Recanto Ecológico Rio da Prata.

Veja alguns momentos do curso realizado no Recanto Ecológico Rio da Prata:

Início do Curso de Primeiros Socorros
Curso de Salvamento Aquático.
  • Segurança Certificada

Em setembro de 2021, os atrativos do Grupo Rio da Prata passaram pela auditoria de manutenção dos seus Sistemas de Gestão de Segurança, auditoria realizada anualmente, com a participação de Paulo Sérgio Coelho de Andrade, auditor da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT.

A auditoria dispõe-se a verificar se o Sistema de Gestão de Segurança Implantado obedece a Norma NBR ISO 21101 – Sistema de Gestão da Segurança, que estabelece os requisitos mínimos para um sistema de gestão da segurança (SGS) para prestadores de serviços das atividades de turismo de aventura.

Os atrativos continuam certificados conforme a Norma ABNT 21101:2014, sendo parte de um grupo seletos de empresas no Brasil que tem a certificação desde 2010 ininterruptamente.

Grupo Rio da Prata celebra o Dia Nacional das Reservas Particulares do Patrimônio Natural

Comemoramos hoje, 31 de Janeiro, o Dia Nacional das Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs).
⠀⠀
As RPPNs são áreas criadas voluntariamente pelos proprietários, que tem como principal característica constituir uma reserva natural permanente em suas propriedades!⠀

Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade do Grupo Rio da Prata, do qual fazem parte os passeios Estância Mimosa Ecoturismo, em Bonito (MS); e o Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa, em Jardim (MS), conta um pouco da história das RPPNs. Confira: ⠀


“Em 1999, 300 hectares de matas ciliares protegendo toda a extensão do rio Olho D’Água no Recanto Ecológico Rio da Prata foram oficialmente transformadas em uma RPPN – Reserva Particular do Patrimônio Natural.⠀

Uma prova real do nosso amor pela natureza, pois através desta categoria de Unidade de Conservação Perpétua e Privada asseguramos oficialmente a preservação desse tesouro e da biodiversidade.

Em 2013, foi a vez de 65% da área total da Estância Mimosa Ecoturismo também se transformarem em uma RPPN, protegendo toda a mata ciliar do rio Mimoso e áreas de morraria.

Logo, a Lagoa Misteriosa também será uma RPPN, esta categoria de reserva que só permite pesquisa e visitação sustentável.

Gratidão a todos os nossos visitantes do Grupo Rio da Prata que são nosso apoio para continuarmos nosso trabalho de propósito maior que é cuidar da natureza para as futuras gerações e também a todos que contribuem do meio ambiente”.

ABNT realiza auditoria nos atrativos do Grupo Rio da Prata

Os atrativos do Grupo Rio da Prata, Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) e a Estância Mimosa Ecoturismo (Bonito-MS), passaram pela auditoria de manutenção dos seus Sistema de Gestão da Segurança, auditoria realizada de forma remota, com a participação de Paulo Sérgio Coelho de Andrade, auditor da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT.

Desde o início da operação do Rio da Prata, em 1995, sempre existiu a preocupação com a segurança dos visitantes, através de treinamentos de guias, procedimentos, vistorias de trilhas e aquisição de equipamentos. O Rio da Prata foi pioneiro na região na criação de um modelo de ecoturismo organizado.

“Em 2008, para profissionalizar nossos procedimentos de Segurança (que já existiam) entramos no Programa Aventura Segura da Associação Brasileira de Ecoturismo e Turismo de Aventura – ABETA, e aprendemos a organizar o SGS – Sistema de Gestão de Segurança para receber a certificação. Fomos certificados pela ABNT Certificadora em 2010”, disse Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade do Grupo Rio da Prata.

Desde então, a visita, que ocorre todos os anos, dispõe-se a verificar se o Sistema de Gestão de Segurança Implantado obedece a Norma NBR ISO 21101 – Sistema de Gestão da Segurança, que estabelece os requisitos mínimos para um sistema de gestão da segurança (SGS) para prestadores de serviços das atividades de turismo de aventura.

“A certificação comprova o nosso compromisso com o bem-estar dos visitantes, para assegurar que sua experiência aqui com a gente seja tranquila e traga lazer e diversão, com máxima qualidade dos produtos e serviços prestados nas atividades em meio à natureza”, revela Luiza.

A auditoria do Rio da Prata foi realizada nos dias 13 a 15 de setembro no Recanto Ecológico Rio da Prata, com a presença de Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade do Grupo Rio da Prata e com os colaboradores Manoel Cruz e Bruna Mello.

Auditoria Virtual no Recanto Ecológico Rio da Prata.

Já na Estância Mimosa, a auditoria aconteceu nos dias 19 a 22 de setembro e, além da participação de Luiza Coelho, contou com a presença do gerente, Valdenir de Souza e da colaboradora Camyle Maruyama.

Os atrativos continuam certificados conforme a Norma ABNT 21101:2014, sendo parte de um grupo seletos de empresas no Brasil que tem a certificação desde 2010 ininterruptamente.

Auditoria virtual na Estância Mimosa.