Observação de aves: araras-azuis são nova atração na Estância Mimosa Ecoturismo, em Bonito-MS

Bonito é conhecida mundialmente como uma cidade com muitas atividades para o turista: trilhas, cachoeiras, águas cristalinas, observação de aves, ótima gastronomia. Dentre todos os atrativos da região, a Estância Mimosa Ecoturismo sempre teve destaque. E agora tem uma razão a mais: a parceria com o Instituto Arara Azul. Por meio dela, 10 ninhos artificiais foram colocados na fazenda – que agora já recebe diversas araras-azuis (Anodorhynchus hyacinthinus) diariamente.

Este trabalho em conjunto pela conservação ao lado do Instituto começou em setembro de 2019. Na ocasião, 4 ninhos foram instalados na área da Estância Mimosa e também às margens da Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN. Em outubro foram instalados mais 4 e em novembro mais 2 ninhos.  

Além de dar um incremento à experiência dos milhares de turistas que visitam a fazenda para fazer observação de aves, o principal objetivo desta parceria com o Instituto Arara Azul é que os ninhos sejam utilizados como abrigo para as araras. E não apenas as azuis: também para a arara-vermelha e a arara-canindé. A prática auxilia também na reprodução das espécies.

Veja no vídeo abaixo o que espera por você aqui na Estância Mimosa:

Os ninhos são monitorados periodicamente pela equipe do Instituto Arara Azul. De acordo com Carlos Cezar Corrêa, integrante do Instituto Arara Azul, dois ninhos foram bem visitados e revirados por araras-azuis, enquanto dois outros ninhos foram ocupados por araras-vermelhas.

Para a Estância Mimosa é motivo de orgulho esta parceria em prol da conservação de espécies tipicamente brasileiras – além de ser um vetor para a ciência cidadã por meio da observação de aves.

“Estamos muito felizes. Em um intervalo tão curto de tempo o resultado da instalação dos ninhos foi bem positivo. Isso mostra a capacidade ambiental e as ótimas condições que a fazenda oferece para a fauna e vida silvestre da região”, comentou Thyago Sabino, gerente da Estância Mimosa.

VEJA COMO FUNCIONA A OBSERVAÇÃO DE AVES NA ESTÂNCIA MIMOSA

Além da Estância Mimosa, o Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa, integrantes do Grupo Rio da Prata localizados em Jardim-MS, também mantém a parceria com o Instituto Arara Azul. O trabalho em conjunto vem desde fevereiro de 2012, quando foram instalados os primeiros ninhos artificiais nas dependências das fazendas.

Sobre o Instituto Arara Azul

O Instituto Arara Azul é um projeto que estuda a biologia e relações ecológicas da arara-azul-grande. Por meio dele é feito o manejo e a promoção da conservação da arara-azul em seu ambiente natural. Outro ponto é que os profissionais do Instituto estudam a biologia reprodutiva das araras vermelhas, tucanos, gaviões, corujas, pato-do-mato e outras espécies que co-habitam com a arara azul no Pantanal.

O projeto compreende o acompanhamento das araras na natureza, o monitoramento de ninhos naturais e artificiais numa área de mais de 400 mil hectares – além do trabalho, em conjunto com proprietários locais, de conservação da espécie.  

Chef Paulo Machado e produtor de queijo premiado na Europa visitam atrativos do Grupo Rio da Prata

Os atrativos do Grupo Rio da Prata, Estância Mimosa Ecoturismo e Recanto Ecológico Rio da Prata, localizados em Bonito e Jardim (MS), receberam nesta semana a visita do renomado Chef Paulo Machado acompanhado por George Cățean, proprietário da fazenda Cățean – produtora de queijo orgânico, em Rotbav, no condado de Brașov na Romênia.

Chef Paulo Machado e George Cățean.

Em dezembro de 2019, o queijo de ovelha produzido na propriedade Cățean, foi premiado com a medalha de bronze na 1ª edição do “International Taste Awards”, na Itália, competição que avaliou os melhores 600 produtos de 32 países ao redor do mundo.

Na Estância Mimosa, George realizou o passeio de trilha e cachoeiras; provou a gastronomia regional, que leva a assinatura do Chef Paulo Machado; apresentou o queijo premiado para degustação junto aos colaboradores, assim como compartilhou informações com a equipe da cozinha. Durante a conversa, o produtor explicou que o queijo produzido em sua propriedade fica maturado em salmoura por diferentes períodos, em solução de sal e água. “Por conta dessa salmoura, o queijo fica mais saboroso, mais concentrado e excelente para ser usado em saladas”, disse. A equipe gostou bastante do sabor do queijo da Fazenda Cățean e, em breve, utilizará a técnica nos queijos produzidos também na Estância Mimosa.

George Cățean e o colaborador da Estância Mimosa, Érico, com o queijo produzido no atrativo.

Sobre a experiência nas cachoeiras, George revelou que o passeio é incrível. “A trilha e as cachoeiras, a interação entre as pessoas e a natureza é realmente incrível a química entre os dois. O passeio mostra um potencial de uso sustentável e que utiliza a fazenda de uma forma bem explorada com o turismo, o uso do leite e as belezas naturais”.

No Recanto Ecológico Rio da Prata, além de realizar o passeio de trilha e flutuação, George conheceu a produção de queijos e o preparo do almoço servido diariamente e se encantou com a conexão entre produção e consumo final. Os colaboradores da cozinha degustaram três queijos da produção de Cățean: o premiado no concurso na Itália, um defumado e um queijo tipo requeijão.

Equipe dos atrativos degustaram queijos produzidos na fazenda Cățean.

O Recanto Ecológico Rio da Prata e a Estância Mimosa Ecoturismo produzem queijos artesanais preparados com leite produzidos por exemplares da raça Gir Leiteiro, assim como o tradicional doce de leite. Em sua visita, George experimentou o produto em ambos atrativos. “O queijo produzido na Mimosa tem uma nota adocicada. Já o queijo do Rio da Prata tem um sabor bem suave ideal para a produção da chipa entre outros produtos”, revelou.

Os queijos produzidos nos atrativos são servidos durante o almoço para os visitantes.

Estância Mimosa recebe gestores ambientais da Fundação Neotrópica

Gestores ambientais da Fundação Neotrópica visitaram a Estância Mimosa (Bonito-MS) na última quinta-feira (19). O atrativo é um dos pontos de monitoramento do Projeto “Observ’água”, realizado pela instituição.

Mensalmente, as equipes da Ong realizam o monitoramento dos rios nos períodos chuvosos e de seca com o objetivo de fiscalizar a qualidade da água, analisando a turbidez, a produtividade, a temperatura, o oxigênio dissolvido e o PH, mensurando os parâmetros físico- químico das bacias cênicas do Rio Formoso, Rio do Peixe e Rio da Prata. ⁣ ⁣

O projeto “Observ’água” avalia a integridade das bacias cênicas, por meio da análise de parâmetros físicos, químicos, bacteriológicos, caracterização ambiental, medição de vazão, hidrosedimentologia, coleta de solo, macroinvertebrados aquáticos e peixes. ⁣ ⁣

O objetivo é gerar informações que auxiliem nas ações estratégicas, por parte do poder público e da iniciativa privada, para manter ou melhorar a capacidade de uso sustentável dos recursos naturais e atratividade cênica da região.

Influencers e jornalistas de MS visitam atrativos do Grupo Rio da Prata

Os atrativos do Grupo Rio da Prata, Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) e a Estância Mimosa (Bonito-MS) receberam no último fim de semana a visita de jornalistas e influencers do Mato Grosso do Sul .

A ação, promovida pela H2O Agência de Ecoturismo e Eventos, idealizadora do Projeto “MS+Bonito”, teve como objetivo apresentar alguns atrativos turísticos do destino de ecoturismo brasileiro para os multiplicadores do Estado e despertar o interesse de seu público em conhecer a região.

E a ação foi um sucesso”, disse Pablo Rodrigo Valentim, Gerente Comercial da H2O ao portal Bonito Notícias. “Como eles já são multiplicadores, possuem um público que se identifica com o conteúdo e ao visitar a belezas naturais de Bonito e região mostram para esse público, em especial para os sul-mato-grossenses, que é possível sim conhecer os atrativos turísticos da cidade”. Pablo revela ainda que dos 12 participantes da viagem apenas três conheciam alguns passeios da região, enquanto outros só conheciam balneários e outros não conheciam o destino.

Participaram da viagem: jornalistas da CBN Notícias e Rádio; do Top News;
G1.com; Campo Grande News; Diário Digital (@jessicapessete); @neeh_Barbosa 160k – Youtuber; @omelhordecgr; @nihnardi – Youtuber; @diariodojoca; @blogjornadasincriveis; e @babsguinossi.
Todos compartilharam fotos e vídeos da experiência no destino.

“Agradecemos a todos os parceiros envolvidos no projeto. Queremos trazer o sul-mato grossense para cá e mostrar que Bonito tem seu valor, sua individualidade, suas particularidades e respeito com a natureza”, conclui Pablo.

Sobre o Projeto “MS+Bonito”:

O projeto oferece preços acessíveis, condições facilitadas e vantagens para os nascidos em Mato Grosso do Sul ou residentes. Basta apresentar o RG ou comprovante de residência, exigências básicas para fazer parte de uma espécie de clube exclusivo de benefícios.

Para mais informações, valores e reservas, acesse: https://oferta.h2oecoturismo.com.br/ms-mais-bonito

Grupo Rio da Prata realiza reunião com agências de turismo de Bonito

Ketlen da Silva

O Grupo Rio da Prata realizou nos dias 25 e 26 de novembro um bate-papo sobre os atrativos turísticos Recanto Ecológico Rio da Prata, Estância Mimosa Ecoturismo e Lagoa Misteriosa para os agentes de turismo da região.

O objetivo foi estreitar laços, repassar informações e novidades para os profissionais que atuam nas agências credenciadas junto aos atrativos para se prepararem para o ano de 2020. O evento foi realizado no Pira Miúna, em Bonito.

Colaboradores do Grupo Rio da Prata ministraram o treinamento e responderam perguntas feitas pelos agentes.

No término foi realizado sorteios de duas cortesias para um jantar com acompanhante na Casa do João e seis cortesias para o Pastel da Jana, em prol de divulgar a culinária regional.

Veja as fotos:

Alunos de escola estadual de Bonito visitam a Estância Mimosa

A Estância Mimosa Ecoturismo recebeu no dia 8 de dezembro a visita de alunos da Escola Estadual Luis da Costa Falcão, de Bonito (MS). Acompanhados pelo professor Wellington realizaram o passeio de trilha e cachoeiras e se encantaram com a natureza do local.

É a primeira vez que visito a Estância Mimosa, estou gostando bastante”, revelou a aluna Ingrid.

O professor Wellington agradeceu aos proprietários a oportunidade em levar seus alunos para conhecer o passeio de cachoeiras.

É um passeio que além de tomar banho, a gente conhece a fauna e flora local. Só tenho a agradecer pela oportunidade. Conhecer a importância da preservação do meio ambiente, a quantidade de árvores e aves que conhecemos, realmente foi uma experiência única”.

A visita foi um presente concedido aos estudantes que ganharam gincana realizada durante o período de festa junina na escola.

Veja as fotos:

Estância Mimosa recebe visita de alunos da Escola Estadual Bonifácio Camargo Gomes

A Estância Mimosa Ecoturismo (Bonito-MS) recebeu no dia 01 de dezembro a visita de alunos do 3º ano e professora da Escola Estadual Bonifácio Camargo Gomes, de Bonito (MS).

Os mesmos estão concluindo a última etapa da Educação Básica, e foram presenteados com o passeio de trilha e cachoeiras, pela instituição de ensino.

Acompanhados pelos guias de turismo Valdenir e Carminha, conheceram as belezas naturais do atrativo, percorreram a trilha, tomaram banho nas cachoeiras e conheceram os projetos ambientais desenvolvidos na Estância Mimosa.

Em um bate papo com os alunos, Thyago Sabino, gerente do atrativo, revelou sobre a importância dos jovens conhecerem os passeios da região e da preservação dos locais para que todos possam ter uma experiência gratificante junto à natureza.

Veja abaixo alguns momentos da visita:

Momento de provar o almoço regional preparado no fogão a lenha na Estância Mimosa.

Diretor do Grupo Rio da Prata conquista prêmio Isto é Mato Grosso do Sul

O objetivo do prêmio é reconhecer pessoas físicas que tenham atuado de maneira criativa, inovadora e proativa para o desenvolvimento do turismo do Estado de Mato Grosso do Sul.

A Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS) reuniu na noite da última terça-feira (19), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande, profissionais de turismo, empresários e autoridades para a cerimônia de entrega da 1º edição do prêmio “Isto é Mato Grosso do Sul”.

O objetivo do evento foi reconhecer pessoas físicas que tenham atuado de maneira criativa, inovadora e proativa para o desenvolvimento do turismo do Estado de Mato Grosso do Sul. “Esse é um momento especial para o turismo de MS, com o objetivo de consagrar os profissionais que fazem a diferença no setor”, disse o presidente da Fundtur-MS, Bruno Wedling.

Eduardo Folley Coelho, diretor do Grupo Rio da Prata, no qual fazem parte os passeios de ecoturismo Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, em Jardim (MS) e a Estância Mimosa, em Bonito, conquistou a categoria Atrativos Turísticos. O prêmio, recebido por sua filha Luiza Coelho, foi muito celebrado.

Em nome do Eduardo quero agradecer a Fundação de Turismo e ao Governo do MS por este prêmio e elogiar esta iniciativa maravilhosa. Ele sempre trabalhou para o fortalecimento do destino Serra da Bodoquena e do MS seguindo a política do “Ganha-Ganha” buscando ações que beneficiam sempre todos os atores envolvidos no processo turístico, tanto no curto, como médio e longo prazo. Eduardo é um gestor de visão, que ama a natureza do nosso estado e seu trabalho nos mostra que é possível conciliar produção agropecuária, visitação turística e conservação ambiental”, disse Luiza.

Luiza Coelho representou seu pai, Eduardo Coelho, na cerimônia de premiação.

A cerimônia contou com a presença de autoridades, entre eles o governador do estado, Reinaldo Azambuja (PSDB); do secretário de Governo, Eduardo Riedel; secretário do Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck; entre outros. Após a entrega dos prêmios o grupo Chalana apresentou clássicos da música.

Veja abaixo os vencedores da 1ª Edição do Prêmio Isto É Mato Grosso do Sul:

ACADEMIA:
Polliana Thomé (prêmio recebido pela mãe, Valdeci Thomé)

AGÊNCIAS E OPERADORAS:
Joice Carla Santana Marques (Joice Pesca & Tur)

ATRATIVOS TURÍSTICOS:
Eduardo Folley Coelho (Recebido pela filha, Luiza Coelho)

BARES, RESTAURANTES E SIMILARES:
Rodrigo Hata e Heriko Hata (Bar Velfarre)

GOVERNO:
Nilde Clara S. Benites Brun (Prefeitura de Costa Rica/MS)

HOTELARIA:
Marcelo Mesquita (Hotéis Deville)

IMPRENSA:
Silvio Andrade

ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS (ONGs):
Simone Mamede (Instituto Mamede).

Programa Dia de Cris exibe a natureza da Estância Mimosa

A jornalista Cris Dias e o ator Caio Paduan divulgaram o terceiro episódio sobre Bonito(MS), onde visitaram as cachoeiras da Estância Mimosa Ecoturismo.

Fizemos um circuito de cachoeiras, com direito a salto no final…e jacarés no começo dessa aventura!”, disseram!

Essa é a cachoeira do Sol, uma das mais espetaculares que já vi na vida! No caminho dela, você encontra quase uma dezena de outras cachoeiras, de diferentes formas e tamanhos. E, de quebra, ainda dá de cara com uns jacarés (mas é tran-qui-lão!) . Tá bonito ou quer mais? Quer saber que lugar é esse? Estância Mimosa

Jornalistas do Pantanal Notícias visitam a Estância Mimosa

A Estância Mimosa Ecoturismo (Bonito-MS) recebeu no dia 8 de novembro a visita de Elton Ferreira da Silva, Lídia Soave Pereira e Thaís Soave Pereira, equipe de jornalismo do portal Pantanal Notícias MS.

O grupo reaizou o passeio de trilha e cachoeiras, conheceu os projetos ambientais desenvolvidos no atrativo e se encantaram com a experiência.

Veja o depoimento:

Encontraram o ator brasileiro Ernando Tiago, conhecido por sua atuação em Chiquititas e por suas passagens pela Rede Record, CNT e outras novelas do SBT, que estava no atrativo para realizar também o passeio.

“Se você busca uma experiência de ar puro, cachoeiras cristalinas e a sensação de estar mais próximo da natureza, este é um dos destinos ideais. A Estância Mimosa é uma aconchegante fazenda localizada na cidade de Bonito, Mato Grosso do Sul, a cidade mais premiada como melhor destino de ecoturismo no Brasil. Assim que você chega a Estância, já é surpreendido com os diferentes cantos de pássaros da região. O som é tão intenso e variado que mais parece uma grande sinfonia orquestrada pela natureza”, revela trechos da matéria já publicada no site Pantanal Notícias MS.